Brexit

  • 265 Respostas
  • 24564 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7897
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: Brexit
« Responder #255 em: Outubro 12, 2017, 06:45:51 pm »
Negociações do Brexit a passo de caracol


 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13765
  • Recebeu: 581 vez(es)
  • Enviou: 623 vez(es)
  • +41/-11
Re: Brexit
« Responder #256 em: Outubro 13, 2017, 12:43:30 pm »
Opositores ao Brexit vão processar governo britânico se não divulgar relatórios secretos
Mariana Bandeira

O movimento 'The Good Law Project' quer a publicação dos 57 estudos secretos sobre o impacto da saída em 85% da economia local, e um relatório do Departamento do Tesouro que compara os benefícios económicos previstos nos acordos alternativos de livre comércio.

“O Parlamento sem oposição é mera cerimónia”. O slogan é do movimento The Good Law Project, uma iniciativa de opositores à saída do Reino Unido da União Europeia que diz que vai processar o governo britânico caso não divulgue os relatórios internos sobre o impacto do ‘Brexit’ na economia.

A iniciativa liderada pelo advogado de Direito Fiscal Jolyon Maugham e por Molly Scott Cato, membro do Parlamento Europeu, escreveu ao Departamento para a saída da União Europeia a pedir que os documentos fossem divulgados no prazo de 14 dias, informa esta sexta-feira a Bloomberg.

“Não é correto que eles estejam a ser escondidos do público”, explicou o fiscalista à agência noticiosa, acrescentando que a população deve ser capaz e ter ferramentas “de perceber o que significa o Brexit”.

Jolyon Maugham chegou a avançar com ações judiciais sobre os planos do governo de deixar o bloco europeu. Agora, através do The Good Law Project, vai tentar que sejam divulgados os 57 estudos secretos sobre 85% da economia local – aos quais fez referência o principal negociador, David Nexit, em dezembro – e um relatório do Departamento do Tesouro que compara os benefícios económicos previstos nos acordos alternativos de livre comércio.

De acordo com as estimativas do Rabobank, o impasse a que chegaram as negociações do Reino Unido com a União Europeia, aumentando o risco de um não-acordo entre as partes, pode custar até 15 mil milhões de dólares (cerca de 12.600 euros) por cada trabalhador, de acordo com as estimativas do Rabobank.

Com a saída no período de 18 meses, o executivo britânico ainda não chegou a um acordo, mesmo no que toca a questões prioritárias do divórcio. Ainda esta manhã veio a público que um documento preliminar interno, a que a BBC teve acesso, sugere que os 27 países da União Europeia devem discutir o comércio entre eles.

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/opositores-ao-brexit-vao-processar-governo-britanico-se-nao-divulgar-relatorios-secretos-220172
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7897
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: Brexit
« Responder #257 em: Outubro 15, 2017, 11:03:39 am »
Hillary Clinton sobre o Brexit: "Defendo a ideia de uma Europa unida"


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7897
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: Brexit
« Responder #258 em: Outubro 16, 2017, 10:25:11 am »
Theresa May em Bruxelas para dinamizar o Brexit


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7897
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: Brexit
« Responder #259 em: Outubro 23, 2017, 09:03:11 pm »
Haverá uma fronteira física com a Irlanda do Norte depois do Brexit diz Theresa May


 

*

Viajante

  • Analista
  • ***
  • 806
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 117 vez(es)
  • +22/-5
Re: Brexit
« Responder #260 em: Novembro 08, 2017, 12:54:23 pm »
Brexit: 50 bancos planeiam deixar o Reino Unido

O Banco Central Europeu recebeu cerca de meia centena de consultas de entidades que se preparam para abandonar o Reino Unido, antes da sua saída de União Europeia.



Cerca de meia centena de instituições financeiras levaram a cabo consultas junto do Banco Central Europeu (BCE) no sentido de aferirem sobre a possibilidade de transferir a sua sede do Reino Unido para a União Europeia. À conta do Brexit, perto de vinte instituições financeiras já iniciaram os procedimentos para iniciar a mudança anunciada.

“Cerca de 50 bancos estiveram no BCE para discutir os seus planos de deslocalização, melhorando assim os seus conhecimentos sobre o que necessitam para concretizar essa alteração”, indicou a presidente do Conselho de Supervisão do Banco Central Europeu, Daniéle Nouy.

“Algumas dessas entidades ainda não decidiram o seu destino, mas levaram a cabo um conjunto de trâmites que deverão ser formalizados rapidamente”, acrescentou a banqueira francesa, que qualificou de “muito triste” a decisão dos cidadãos britânicos de abandonar a União Europeia.

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/brexit-50-bancos-planeiam-deixar-o-reino-unido-230208
 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1058
  • Recebeu: 15 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +6/-7
Re: Brexit
« Responder #261 em: Novembro 08, 2017, 06:12:07 pm »
Brexit: Bruxelas rejeita proposta do Reino Unido para cidadãos da UE
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/brexit-bruxelas-rejeita-proposta-do-reino-unido-para-cidadaos-da-ue-230577

Citar
Guy Verhofstadt, coordenador dos assuntos do Brexit pelo Parlamento Europeu, diz que não é verdade que um acordo para o Brexit está próximo.A proposta do Reino Unido para os cidadãos da União Europeia a viver no país foi rejeitada pelo Parlamento Europeu, segundo noticia a BBC. Bruxelas terá considerado que os direitos dos europeus não estão salvaguardados e defende que os cidadãos da UE a viver no Reino Unido tenham direito a permanecer depois do Brexit.

O governo britânico divulgou esta terça-feira um documento que propõe um período de transição de dois anos para os nacionais de países da UE pedirem um estatuto que lhes permita continuar a trabalhar e viver no Reino Unido depois do Brexit. No entanto, o Parlamento Europeu terá considerado a proposta “inadequada”.

“Foi dito aos cidadãos da UE no Reino Unido e aos cidadãos do Reino Unido na UE que nada mudaria com o Brexit”, disse o eurodeputado belga e coordenador dos assuntos do Brexit pelo Parlamento Europeu, Guy Verhofstadt, em entrevista ao Independent. “O facto de o governo britânico precisar de 25 parágrafos para explicar como as vidas vão mudar prova que isto é uma fabricação”.

“É difícil de acreditar que esta nova proposta será suave e eficiente. O Parlamento Europeu continua profundamente preocupado com a falta de progressos nos assuntos sobre os direitos dos cidadãos. É erróneo dizer que um acordo está próximo”, acrescentou.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1058
  • Recebeu: 15 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +6/-7
Re: Brexit
« Responder #262 em: Novembro 10, 2017, 05:34:06 pm »
Reino Unido sai da União Europeia às 23h00 do dia 29 de março de 2019
http://www.sapo.pt/noticias/economia/ja-ha-dia-e-hora-para-a-saida-do-reino-unido-_5a057452518e35c7786cf2d1

Citar
A data anunciada está incluída no projeto de lei sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e que será debatido numa sessão no parlamento britânico agendada para a próxima semana.A data anunciada está incluída no projeto de lei sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e que será debatido numa sessão no parlamento britânico agendada para a próxima semana.

A saída do Reino Unido da União Europeia vai acontecer às 23h00 do dia 29 de março de 2019, disse hoje a primeira-ministra britânica, Theresa May. A data anunciada está incluída no projeto de lei sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e que será debatido numa sessão no parlamento britânico agendada para a próxima semana e que deve autorizar o “Brexit”.

Theresa May, num artigo publicado no jornal Daily Telegraph, escreve que a decisão em informar sobre o exato momento em que o “Brexit” é aplicado tem como objetivo demonstrar a “determinação” do governo em completar “o processo” de retirada da União Europeia. “Que ninguém duvide da nossa determinação ou questione as nossas intenções sobre o processo”, escreve a primeira-ministra.

“A data vai ficar escrita ‘preto no branco’ no topo deste texto legislativo. O Reino Unido vai sair da União Europeia no dia 29 de março de 2019, às 23h00”, acrescenta Theresa May. O texto que vai ser debatido na próxima semana tem como título “Projeto de Lei sobre a Retirada da União Europeia” e vai ser discutido em sede de comissão parlamentar, esperando-se algumas emendas ao texto.

May alerta que “as pessoas esperam que os políticos se unam” no sentido de conseguirem um bom acordo com a União Europeia. A chefe do executivo diz também que está disposta a escutar as propostas parlamentares para “melhorar o projeto de lei”, mas refere que não aceita as tentativas que possam travar o processo.

“Não vamos tolerar tentativas de onde quer que seja e que venham a utilizar o processo de alterações ao projeto de lei como forma de bloqueio da vontade democrática do povo britânico, tentando atrasar ou obstaculizar a nossa saída da União Europeia”, avisa. A primeira-ministra frisa ainda que o projeto legislativo é “fundamental” para a obtenção de “um ‘Brexit’ correto e ordenado”.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1058
  • Recebeu: 15 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +6/-7
Re: Brexit
« Responder #263 em: Novembro 20, 2017, 03:37:33 pm »
UE pronta a oferecer "acordo comercial ambicioso" se Londres respeitar divórcio
http://24.sapo.pt/economia/artigos/ue-pronta-a-oferecer-acordo-comercial-ambicioso-se-londres-respeitar-divorcio

Citar
“Se conseguirmos negociar uma saída ordenada e estabelecer regras de jogo que sejam justas, a nossa relação futura terá todas as razões para ser ambiciosa”, afirmou Michel Barnier num discurso em Bruxelas.

Nestas condições “a União Europeia (UE) estará pronta a oferecer [ao Reino Unido] a abordagem mais ambiciosa [no que diz respeito] aos tratados de livre-comércio”, salientou o responsável comunitário.
A abertura das negociações comerciais com Londres requer um prévio estabelecimento de regras quanto às condições do divórcio, como por exemplo as regras financeiras ou quais as consequências de uma separação para a Irlanda.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, deu ao Reino Unido até ao início de dezembro para avançar com estes ‘dossiers’ prioritários.

Se Londres não avançar com este processo, Tusk diz que não poderá propor aos dirigentes dos 27 restantes Estados-membros que deem luz verde ao início da segunda fase de negociações com o Reino Unido. Esta proposta poderia surgir no decorrer da próxima cimeira da UE, em meados de dezembro.

Londres tem vindo a reclamar, de forma insistente, a abertura de negociações paralelas sobre a futura relação comercial com o bloco da UE, algo que Bruxelas tem recusado.

Os restantes 27 querem primeiro fechar o acordo do Brexit e só depois negociar um tratado comercial.

No entanto, na última cimeira europeia — em outubro — os Estados-membros aceitaram — como um gesto de boa vontade — iniciar os “preparativos internos” com vista às negociações futuras.

De qualquer forma, disse Michel Barnier, a UE está pronta para o cenário de “fim das negociações sem acordo”, mesmo que não o deseje.

“O ‘no deal’ não é o nosso cenário, ainda que estejamos prontos para isso mesmo”, recordou Barnier.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7897
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: Brexit
« Responder #264 em: Dezembro 04, 2017, 09:27:13 pm »
Irlanda desiludida com falta de acordo no Brexit


 

*

Viajante

  • Analista
  • ***
  • 806
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 117 vez(es)
  • +22/-5
Re: Brexit
« Responder #265 em: Dezembro 09, 2017, 07:12:06 pm »
Fatura do Brexit é de 40 a 45 mil milhões de euros, diz o porta-voz do governo britânico

A fatura que Londres terá de pagar a Bruxelas devido ao Brexit situa-se entre os 40 e os 45 mil milhões de euros, indicou um porta-voz do governo.

https://imageproxy-observadorontime.netdna-ssl.com/800x,q85/http://s3cdn.observador.pt/wp-content/uploads/2017/12/08180417/GettyImages-888188922_770x433_acf_cropped.jpg

A fatura que Londres terá de pagar a Bruxelas devido ao Brexit situa-se entre os 40 e os 45 mil milhões de euros, indicou nesta sexta-feira um porta-voz do governo, questionado pela agência France Press. Durante a manhã, foi anunciada a conclusão de um acordo de princípio para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), sem que tenham sido indicados números.

O montante agora avançado pelo porta-voz governamental é inferior ao reclamado em outubro pelo presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, que indicou valores entre os 50 e os 60 mil milhões de euros. Os 40 a 45 mil milhões de euros agora referidos são, no entanto, mais do dobro da proposta original apresentada pelo governo do Reino Unido, que era de cerca de 20 mil milhões de euros.

“Não podemos calcular exatamente os montantes em questão, todos esses números vão mexer”, disse hoje o principal negociador da União Europeia, Michel Barnier, para justificar por que nenhum valor foi divulgado. O acordo prevê que o Reino Unido continue a participar no orçamento anual da UE em 2019 e 2020, “como se tivesse permanecido na União”.

Após este período, Londres permanecerá endividada por compromissos financeiros assumidos no contexto de orçamentos passados, mas ainda não pagos. Os orçamentos anuais europeus distinguem entre as dotações de pagamento e as dotações de autorização, que podem ser repartidas ao longo de vários anos.

O Regulamento Financeiro do Brexit será calculado em 31 de dezembro de 2020 e pago gradualmente à medida que esses compromissos se tornem devidos, como se o Reino Unido tivesse permanecido como um Estado membro. O acordo estipula que todos esses montantes serão liquidados em euros.

http://observador.pt/2017/12/08/fatura-do-brexit-e-de-40-a-45-mil-milhoes-de-euros-diz-o-porta-voz-do-governo-britanico/

Não fica nada barata a brincadeira!
 

 

Brexit: repercussões militares?

Iniciado por olisipoQuadro Mundo

Respostas: 3
Visualizações: 938
Última mensagem Julho 19, 2016, 12:02:23 pm
por olisipo