CPLP

  • 236 Respostas
  • 50858 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7497
  • Recebeu: 219 vez(es)
  • Enviou: 142 vez(es)
  • +12/-3
Re: CPLP
« Responder #225 em: Setembro 30, 2015, 07:48:21 pm »
CPLP apoiam Brasil na corrida a lugar de membro permanente do Conselho de Segurança da ONU


"Nos discursos da Assembleia-Geral que fiz nos dois últimos anos insisti nesse ponto e, desta vez, o Presidente (da República) Aníbal Cavaco Silva voltou a insistir", afirmou Machete.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português falou à Lusa após a reunião de hoje dos chefes da diplomacia da organização lusófona, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

"Este é um ponto em que consideramos que se justifica que o Brasil e outros países, cuja dimensão e importância nas relações internacionais e economia mundial, tenham a sua presença como membro no Conselho de Segurança (CS). Estamos ainda longe de uma visão da ONU nesse sentido", comentou.

A reforma do CS teve início com o então secretário-geral da ONU, Kofi Annan (1997-2007), e se arrasta desde então. O homólogo brasileiro, Mauro Vieira, reforçou que há um apoio dos países lusófonos tanto para a reforma do CS como do pleito brasileiro.

"Não há dúvida. (Este apoio) já foi expresso em mais de uma ocasião, inclusive em documentos oficiais. Todos os países apoiam o pleito brasileiro de reforma do CS e de o Brasil tornar-se membro permanente do Conselho", disse à Lusa.

Atualmente a Comissão para a Consolidação da Paz da ONU na sua Configuração Específica para a Guiné-Bissau é presidida pelo brasileiro Antônio Patriota, ex-ministro das Relações Exteriores, o que pode fortalecer o papel internacional do Brasil.

"O Brasil ajuda no diálogo, na criação de consenso e dá apoio a resoluções negociadas, sobretudo com a participação de forças políticas e interessadas de cada país. A vocação do Brasil é dialogar e trazer nossas experiências para a solução dos problemas em outros países. Temos uma herança cultural e social comum que facilita a comunicação", reforçou.

No seu discurso na Assembleia-Geral, nesta segunda-feira, o Presidente Cavaco Silva não só defendeu a reforma do CS como também saiu em defesa de que a língua portuguesa seja incluída como idioma oficial da ONU.

"O Conselho de Segurança desempenha um papel primordial neste âmbito [na resolução de conflitos e garantia dos direitos humanos]. Para que possa desempenhar da forma mais eficaz o seu mandato, deve refletir as realidades do nosso Mundo, o que pressupõe um alargamento de ambas as categorias de membros, a par de uma revisão dos seus métodos de trabalho", disse.

E ainda declarou que a língua portuguesa é "um veículo de comunicação global e economicamente relevante, na qual se exprimem cerca de 250 milhões de pessoas da Ásia à Europa, da África à América na sua vida quotidiana. É também língua oficial e de trabalho em diversas organizações internacionais, nomeadamente em algumas das agências especializadas das Nações Unidas. A legítima ambição da CPLP é ver a língua portuguesa como língua oficial das Nações Unidas".

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7497
  • Recebeu: 219 vez(es)
  • Enviou: 142 vez(es)
  • +12/-3
Re: CPLP
« Responder #226 em: Outubro 12, 2015, 09:35:00 pm »
Guiné Equatorial faz balanço positivo de um ano de integração na CPLP


"Quisemos entrar na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa porque sentimos que isso é o regresso a casa", disse Tito Mba Ada na intervenção que proferiu hoje na sede da CPLP, em Lisboa, para assinalar o primeiro aniversário da entrada do seu país na organização que junta os países que têm a língua portuguesa como idioma oficial.

"A Guiné Equatorial foi descoberta por um português e tem raízes portuguesas, por isso este é o regresso para os nossos 1,2 milhões de habitantes", salientou o embaixador, acrescentando que, entre outras, desde a adesão à CPLP enquanto membro de pleno direito, em julho de 2014, o seu país lançou um conjunto de iniciativas, incluindo a abertura de uma embaixada em Lisboa e de outra junto da CPLP, o início da ratificação dos estatutos da CPLP no parlamento nacional, a criação da comissão nacional da CPLP e visitas recíprocas de políticos de Malabo e da CPLP, entre outros.

Numa intervenção destinada essencialmente a apresentar o país e os passos que foram dados para a integração na CPLP, Tito Mba Ada destacou que a Guiné Equatorial "é uma nação generosa", e lembrou os 1.760 milhões de euros para as empresas que queiram investir no país nos setores considerados prioritários no Plano de Desenvolvimento 2020, entre outros.

"A CPLP deve saber que a Guiné Equatorial está a abrir oportunidades económicas e fomentando a iniciativa e o crescimento, deve saber que as nossas leis protegem o investimento estrangeiro, são seguras para investir; a CPLP deve saber que o país é solidário, é o promotor do Prémio Guiné Equatorial UNESCO para as Ciências, com 13 milhões de dólares, e deu 2 milhões de dólares à Organização Mundial de Saúde para combater o Ébola", destacou.

Na sua intervenção, Tito Mba Ada mostrou também as conquistas desde a adesão à CPLP: "inauguramos uma sede para a cooperação empresarial na CPLP em Malabo, fizemos um protocolo de cooperação com a União de Exportadores da CPLP, e graças à CPLP a Constituição do meu país foi mudada para integrar os princípios da CPLP. Foi emitido um programa de serviços informativos na televisão, a cooperação empresarial foi fortalecida, assinámos uma moratória sobre a pena de morte, temos dois embaixadores em Lisboa e graças à integração na CPLP queremos dar a conhecer a experiência política, económica e social para construirmos uma CPLP mais diversificada, aberta e mais forte", concluiu.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7497
  • Recebeu: 219 vez(es)
  • Enviou: 142 vez(es)
  • +12/-3
Re: CPLP
« Responder #227 em: Dezembro 27, 2015, 01:38:55 pm »
Descendentes de portugueses na Ásia criticam uma CPLP voltada para as "nações ricas"



Em declarações à agência Lusa, o também representante das minorias junto da administração de Malaca e autor do livro "Pessoas Proeminentes na Comunidade Portuguesa em Malaca", disse que os lusodescendentes de dez países asiáticos estão a organizar a primeira Cimeira da Comunidade dos Portugueses Asiáticos.

O encontro, adiantou, terá lugar em Malaca, onde reside uma das maiores comunidades de descendentes de portugueses, por altura da festa do São Pedro, entre "23 e 29 de junho" do próximo ano.

O bloco terá representantes da Malásia (Malaca), Índia (Goa, Damão e Diu), Sri Lanka, Singapura, China (Macau), Tailândia (Banguecoque), Austrália (Perth), Indonésia (Jacarta, Ambon e Flores), Timor-Leste e Myanmar.

O lusodescendente afirmou que o bloco poderá vir a ter "muito mais" membros, por acreditar que ainda existem grupos de descendentes de portugueses por identificar.

Joseph Sta Maria, que está a liderar a iniciativa, adiantou que vai convidar para a cimeira o primeiro-ministro português, o "mestiço" António Costa, porque também ele é um luso-asiático com antepassados goeses.

O mesmo responsável justificou esta decisão "rebelde" com o facto de a CPLP "estar interessada nas nações ricas", como a Guiné Equatorial, onde a língua oficial é o espanhol.

"Eu não sei se eles [CPLP] sabem que nós existimos", questionou.

O lusodescendente reconheceu que os euro-asiáticos em causa são minorias sem força política, ou seja, não administram países e, como tal, não podem ser incluídas como membros na CPLP.

O representante das minorias em Malaca frisou que o facto de haver comunidades como a sua, que "mantém a cultura portuguesa há cinco séculos e vive num ambiente de comunidade, comunicando em português [crioulo malaio-português]", é algo que "não tem preço".

Deu ainda o exemplo dos portugueses negros de Tugu, que "foram levados como escravos para a Batávia [antiga Jacarta], forçados a converterem-se ao protestantismo e a mudarem os seus nomes para nomes holandeses" e que, mesmo assim, "ainda se sentem orgulhosos por serem chamados de portugueses".

"Portugal não se sente orgulhoso disto?", questionou, considerando que o país "tem uma responsabilidade moral" para com os seus "filhos" espalhados pelo mundo.

Após reconhecer que Portugal enfrenta dificuldades, o autor destacou que a "CPLP tem nações ricas", como o Brasil.

Questionado sobre ajudas concretas, Joseph Sta Maria deu a ideia de "montar uma aldeia cultural dos portugueses asiáticos" na Ásia, caso "Portugal e os seus parceiros da CPLP" estejam interessados.

Essa aldeia de "80 a 100 hectares" totalmente portuguesa seria "um negócio muito lucrativo para a CPLP e para organizações ricas no mundo, com as fundações [Calouste] Gulbenkian e Oriente", prosseguiu.

O projeto, reforçou, seria útil para disseminar a cultura e a língua portuguesas e o catolicismo, ao atrair turistas de todo o mundo.

Os portugueses foram responsáveis por muitos dos primeiros contactos dos europeus com o Oriente e chegaram a administrar várias zonas na região, desde Malaca e Timor-Leste a Macau.


Lusa
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 7565
  • Recebeu: 475 vez(es)
  • Enviou: 651 vez(es)
  • +23/-1
    • http://youtube.com/HSMW
Re: CPLP
« Responder #228 em: Outubro 30, 2016, 12:52:32 pm »
O Brasil, que vai assumir a presidência rotativa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), rejeita que a organização averigue alegadas violações de direitos humanos na Guiné Equatorial para confirmar se o país cumpre os estatutos. Na cimeira que assinala os 20 anos da organização, será aprovada a Nova Visão Estratégica da organização e eleito um novo secretário-executivo.

http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/cimeira-da-cplp-brasil-recusa-apurar-violacoes-de-direitos-humanos-na-guine-equatorial
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1614
  • Recebeu: 137 vez(es)
  • Enviou: 380 vez(es)
  • +5/-0
Re: CPLP
« Responder #229 em: Outubro 30, 2016, 02:37:57 pm »
CPLP, a Comunidade das Bananas.
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 7565
  • Recebeu: 475 vez(es)
  • Enviou: 651 vez(es)
  • +23/-1
    • http://youtube.com/HSMW
Re: CPLP
« Responder #230 em: Outubro 31, 2016, 12:30:25 am »
Uma organização que podia ser tanto mas é tão pouco.
Gostava de cooperação tecnológica, intercâmbio entre universidades, entre academias militares, até exercícios militares conjuntos ou campeonatos desportivos...
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Viajante

  • Analista
  • ***
  • 678
  • Recebeu: 150 vez(es)
  • Enviou: 103 vez(es)
  • +13/-4
Re: CPLP
« Responder #231 em: Outubro 31, 2016, 01:01:57 am »
Uma organização que podia ser tanto mas é tão pouco.
Gostava de cooperação tecnológica, intercâmbio entre universidades, entre academias militares, até exercícios militares conjuntos ou campeonatos desportivos...

Tens razão, apesar de que acho que Portugal é o menos culpado. A forma como a cúpula do poder em Angola fala sobre o nosso país...... tb acho que o orgulho não tem preço e quem merece levar um chuto, leva e pronto!

Quanto ao intercâmbio na educação, tenho conhecimento de causa e posso dizer-te que há um grande envolvimento. Portugal forma os quadros intermédios e superiores de Cabo Verde, por exemplo. Temos muitos milhares de estudantes no ensino superior do Brasil.......

Em termos económicos, quem está a bloquear tudo é o Brasil. É um pais que protege em demasia as empresas nacionais, o que prejudica como é evidente os consumidores. Por esse motivo temos muitos brasileiros milionários e o resto na miséria..... se deixarem de proteger tanto as empresas brasileiras..... abrindo o mercado, os restantes países da CPLP concerteza também abririam as fronteiras a produtos brasileiros.

Em relação a Portugal julgo que ainda há bastantes ressentimentos, em especial o Brasil que já é independente à 200 anos e continuam a culpar-nos por estarem nesta situação!!!! Julgo que o principal interesse com Portugal, prende-se com os vistos!!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

rbp

  • Membro
  • *
  • 37
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0

*

Alvalade

  • Especialista
  • ****
  • 1037
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 78 vez(es)
  • +15/-5
Re: CPLP
« Responder #233 em: Junho 24, 2017, 06:44:31 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7497
  • Recebeu: 219 vez(es)
  • Enviou: 142 vez(es)
  • +12/-3
Re: CPLP
« Responder #234 em: Julho 22, 2017, 12:12:52 am »
CPLP adia tema da livre-circulação


 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 7565
  • Recebeu: 475 vez(es)
  • Enviou: 651 vez(es)
  • +23/-1
    • http://youtube.com/HSMW
Re: CPLP
« Responder #235 em: Julho 22, 2017, 01:39:23 pm »
Adiem e até ao próximo século!!  :N-icon-Axe:

Mas esta gentinha tem alguma noção daquilo que está a propor?! Ou é só para parecer bem?
Entrada livre para pessoas vindas do narco-estado que é a Guiné?!?!?
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2536
  • Recebeu: 176 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +17/-26
Re: CPLP
« Responder #236 em: Julho 22, 2017, 07:10:36 pm »
Adiem e até ao próximo século!!  :N-icon-Axe:

Mas esta gentinha tem alguma noção daquilo que está a propor?! Ou é só para parecer bem?
Entrada livre para pessoas vindas do narco-estado que é a Guiné?!?!?

Tal proposta não concretizará tão logo. Pelo menos que percebo, pelo lado do Estado Brasileiro, isso não sairá nem no longo prazo.
 

 

CPLP: Guiné Equatorial admite adoptar língua portuguesa

Iniciado por comancheQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 23
Visualizações: 6425
Última mensagem Julho 06, 2007, 02:27:45 pm
por P44
Adesão da Guiné Equatorial à CPLP decidida em Julho

Iniciado por MarauderQuadro Países Lusófonos

Respostas: 15
Visualizações: 5881
Última mensagem Julho 18, 2006, 12:28:36 am
por ricardonunes
CPLP acordo ortográfico da língua portuguesa

Iniciado por comancheQuadro Países Lusófonos

Respostas: 90
Visualizações: 25290
Última mensagem Dezembro 18, 2016, 10:46:51 pm
por Get_It
CPLP debate força de paz da lusofonia

Iniciado por Fábio G.Quadro Países Lusófonos

Respostas: 26
Visualizações: 10029
Última mensagem Outubro 19, 2007, 11:38:13 pm
por PereiraMarques
Microcrédito em discussão pela CPLP

Iniciado por Bravo Two ZeroQuadro Países Lusófonos

Respostas: 0
Visualizações: 2063
Última mensagem Agosto 22, 2006, 08:20:06 am
por Bravo Two Zero