Israel lança ofensiva em Gaza

  • 179 Respostas
  • 21457 Visualizações
*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #15 em: Janeiro 03, 2009, 05:08:28 pm »
:arrow:  Israel lança ataque terrestre contra Faixa de Gaza segundo Haaretz

Tanques da artilharia israelita lançaram hoje um ataque contra a Faixa de Gaza, disseram testemunhas palestinianas citadas pelo jornal Haaretz.

Este é um passo que pode dar início a uma nova fase da ofensiva militar israelita contra o movimento radical islâmico Hamas, nomeadamente a um ataque terrestre.

Neste sábado, os aviões das Forças de Defesa israelitas mantiveram os bombardeamentos aéreos a pelo menos 23 alvos na região, numa ofensiva que já causou mais de 420 mortos e cerca de 2.200 feridos.

Testemunhas palestinianas disseram que o ataque terrestre causou uma grande explosão na cidade de Gaza, bem como uma série de explosões perto da fronteira com Israel.

Não há informações até ao momento sobre vítimas do ataque terrestre.

A artilharia israelita costuma atacar com munições de 155 mm. Caso Israel efectivamente inicie uma ofensiva terrestre contra a Faixa de Gaza, pode aumentar significativamente o número de vítimas civis - que, segundo agências da ONU correspondem a 25% do total de vítimas.

Desde há dias que Israel mantém tanques e artilharia a postos na fronteira com Gaza, preparados para, a qualquer momento, cumprir a decisão das Forças de Defesa de evoluir na estratégia da ofensiva militar.

Analistas apontam que o exército evita um ataque terrestre por recear as minas terrestres implantadas por militantes do Hamas na região da fronteira, justamente para conter a chegada dos tanques israelitas.

Fontes do Hamas divulgaram que, durante a madrugada, os seus homens frustraram a primeira tentativa do exército israelita de entrar na Faixa de Gaza por terra, segundo o Haaretz.

No entanto, um porta-voz do Exército negou totalmente que tenha acontecido uma operação do género.

Desde há oito dias consecutivos, Israel comanda uma operação militar na Faixa de Gaza com bombardeamentos que atingiram diversos pontos vinculados ao Hamas, como ministérios, casas de activistas, esquadras, mesquitas, a sede de uma ONG e edifícios da Universidade Islâmica e já matou três importantes líderes do grupo.

Segundo Israel, a ofensiva é uma resposta à violação - e lançamento de foguetes - do Hamas da trégua de seis meses assinada com Israel e que acabou oficialmente a 19 ed Dezembro.

Trata-se da pior ofensiva realizada por Israel desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967.

Lusa

 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3974
  • Recebeu: 191 vez(es)
  • Enviou: 223 vez(es)
  • +9/-0
(sem assunto)
« Responder #16 em: Janeiro 03, 2009, 09:39:12 pm »
Espero que desta vez Israel acabe de vez com o Hamas
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #17 em: Janeiro 03, 2009, 09:51:10 pm »
Invasão de Gaza «não será fácil nem será curta» diz Ehud Barak



O ministro da Defesa israelita, Ehud Barak, afirmou hoje que a incursão militar da faixa de Gaza «não será fácil nem será curta».
Confirmou também uma «ordem de mobilização urgente de milhares de reservistas» devido à ofensiva terrestre.

Entretanto, o braço armado do Hamas disse que Israel «pagará um alto preço» pela operação.

Em entrevista transmitida pelas estações de TV, o ministro israelita afirmou que as Forças Armadas «continuam a aumentar a operação» e previu «dificuldades e vítimas».

«Não abandonaremos os nossos cidadãos. O trabalho do exército é defender a fronteira nacional», afirmou.

Barak ainda afirmou que o país está preparado para qualquer eventualidade na sua fronteira norte com o Líbano, numa advertência velada ao grupo islâmico libanês Hezbollah.

Hoje, o líder daquele grupo, Hassan Nasrallah, declarou que o movimento Hamas e outras facções da «resistência» deveriam infligir o «maior número possível de baixas» ao exército israelita.

O braço armado do Hamas, as Brigadas Al Kasam, divulgou um comunicado de imprensa em que adverte para o «alto preço» que o Estado judeu vai pagar pela incursão militar.

«O inimigo sionista está a aproximar-se da armadilha que os nossos lutadores prepararam para os seus soldados e tanques», disse.

O comunicado alerta ainda que «Israel vai ter surpresas e vai arrepender-se de levar a cabo uma operação como esta».

Após oito dias consecutivos de ataques aéreos, que deixaram mais de 420 mortos e cerca de 2.200 feridos, o exército israelita deu início na noite deste sábado a uma invasão terrestre, com tropas, tanques e veículos blindados.

Lusa

 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #18 em: Janeiro 03, 2009, 10:43:45 pm »
Citar

Presidência da UE considera ofensiva israelense defensiva

A República Checa liderará uma missão a Gaza para 'supervisionar a situação' na zona de conflito

PRAGA - O Governo checo, que acaba de assumir a Presidência da União Européia (UE), considera a operação terrestre lançada neste sábado, 3, por Israel contra o grupo fundamentalista palestino Hamas na Faixa de Gaza uma "medida defensiva".
Assim disse neste sábado, 3, à Agência Efe em Praga Jiri Potuznik, porta-voz do Governo checo, que acrescentou que Praga deseja, no entanto, obter explicações das partes envolvidas para reativar o processo de paz na região.

O chefe da diplomacia checa, Karel Schwarzenberg, liderará a missão da delegação formada pela Presidência rotativa, pela Comissão Européia e pelo Conselho Europeu no domingo, 4, rumo ao Oriente Médio para "supervisionar a situação" na zona de conflito.

"Esperamos uma explicação, já que para a República Checa o verdadeiramente importante é o processo de paz e não a operação armada", assinalou Potuznik.

"Nas próximas horas e dias passaremos informações a nossos parceiros comunitários para poder debater sobre este processo", acrescentou o porta-voz.

Essa visita deve servir para preparar o terreno de uma reunião a alto nível no Oriente Médio, à qual aspira o primeiro-ministro tcheco, Mirek Topolanek, concluiu o porta-voz.

http://www.estadao.com.br/internacional ... 2105,0.htm
 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #19 em: Janeiro 04, 2009, 04:12:11 am »
A UE mais uma vez não conseguiu falar a mesma língua R. Tcheca diz uma coisa, França, Espanha e Inglaterra diz outra...
 

*

rafafoz

  • 32
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #20 em: Janeiro 04, 2009, 04:14:04 am »
Quem está financiando está guerra? Somente dos cofres públicos de Israel é que não deve ser.
A meu ver é de interesse dos EUA e da UE está guerra contra o Hamas, mais sem entrar nela.
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1174
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +2/-3
(sem assunto)
« Responder #21 em: Janeiro 04, 2009, 02:03:24 pm »
Se a guerra fosse na Costa do Marfim já a França teria enviado fuzileiros, se fosse em qualquer outra parte de África  já a ONU teria enviado capacetes azuis, se fosse aumento das tensões no Afeganistão ou Iraque, a NATO enviaria mais tropas... Como é num Estado que é apoiado pelo patrão da ONU, o mundo reage de forma politicamente correcta e deixa andar.
 

*

Ataru

  • 416
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #22 em: Janeiro 04, 2009, 04:16:18 pm »
Aquela guerra só diz respeito a israel e aos países árabes... o resto do mundo nada pode fazer a não ser assistir, pois já por 2 vezes a proposta de cessar-fogo foi vetada pelos EUA na ONU por isso deixem a guerra continuar que ela eventualmente acaba...
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #23 em: Janeiro 04, 2009, 05:29:08 pm »
:arrow:  Presidente israelita rejeita possibilidade de trégua em Gaza

O presidente israelita, Shimon Peres, rejeitou hoje a possibilidade de trégua na Faixa de Gaza, à medida que as forças de Israel seguem com a sua ofensiva contra militantes do Hamas.
No entanto, disse que Israel não pretende ocupar a região.

«Nós não pretendemos nem ocupar Gaza nem esmagar o Hamas, mas sim esmagar o terror. E o Hamas precisa de uma real e séria lição. E eles estão aprendendo isso agora», disse Peres em entrevista ao programa da ABC News This Week.

Peres também rejeitou a possibilidades de uma trégua para o conflito.

Importantes senadores dos EUA, ouvidos pela media norte-americana, estão a apoiar fortemente Israel. Entre os partidários estão senadores democratas e republicanos.

Peres acrescentou: «Fomos cuidadosos, fomos contidos, aguardamos. Demos-lhes (ao Hamas) muitas possibilidades».

«Eles não podem explicar por que estavam a disparar... e não podem esconder que estão a agir por ordem do Irão. O Irão tem dois seguidores no Médio Oriente: o Hezbollah no Líbano e o Hamas em Gaza».

Lusa

 

*

TOMSK

  • Investigador
  • *****
  • 1469
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #24 em: Janeiro 05, 2009, 01:12:37 am »
Citar
Presidência da UE considera ofensiva israelense defensiva


Efectivamente, a "ataque é a melhor defesa", já dizia o outro...

Contudo, receio que esta seja uma guerra sem fim à vista, e com a morte dos líderes do Hamas, cada vez mais dificíl se torna...
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #25 em: Janeiro 05, 2009, 07:50:54 am »
Aviação israelita atacou 130 objectivos durante a madrugada

A aviação israelita atacou 130 objectivos na Faixa de Gaza durante a madrugada de hoje, indicou uma porta-voz militar em Telavive.

"As nossa força aérea atacou 130 objectivos na Faixa de Gaza", afirmou hoje a porta-voz.

"A aviação visou uma mesquita em Jabaliya onde estava armazenado armamento, bem como casas que protegem esconderijos de armas, veículos que transportam lança-foguetes e homens armados", acrescentou.

De acordo com a mesma fonte, "as forças terrestres continuaram a sua progressão, apoiadas pelos bombardeamentos de vedetas da marinha".

Israel a lançou a 27 de Dezembro uma ofensiva aérea contra o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, seguida desde sábado à noite de uma operação terrestre.

Desde o desencadeamento da ofensiva "Chumbo endurecido", um soldado israelita foi morto e 45 ficaram feridos, três dos quais com gravidade, indicou hoje a porta-voz militar.

Antes do amanhecer, fortes explosões foram ouvidas na cidade de Gaza e houve bombardeamentos da marinha israelita.

De acordo com testemunhas, os navios israelitas também bombardearam os dois principais eixos rodoviários do território palestiniano.

Segundo a mesma fonte, o exército israelita isolou a cidade de Gaza do Sul do território, privando assim os combatentes do Hamas que aí se encontram de eventuais abastecimentos em armas e munições.

A aviação israelita multiplicou os seus raids sobre objectivos situados a Sul da cidade de Rafah, onde túneis de abastecimento foram escavados pelos grupos palestinianos sob a fronteira com o Egipto.

Pelo menos 512 palestinianos, 70 dos quais na noite de sábado, morreram nos ataques israelitas, de acordo com os serviços de urgência palestinianos.

Lusa

 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3974
  • Recebeu: 191 vez(es)
  • Enviou: 223 vez(es)
  • +9/-0
(sem assunto)
« Responder #26 em: Janeiro 05, 2009, 09:06:35 am »
Citação de: "TOMSK"
Citar
Presidência da UE considera ofensiva israelense defensiva

Efectivamente, a "ataque é a melhor defesa", já dizia o outro...

Contudo, receio que esta seja uma guerra sem fim à vista, e com a morte dos líderes do Hamas, cada vez mais dificíl se torna...


O que se está a passar é apenas mais uma batalha entre judeus e muçulmanos. Pois o mais certo é esta guerra ser eterna
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7241
  • Recebeu: 172 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +12/-2
(sem assunto)
« Responder #27 em: Janeiro 05, 2009, 11:34:49 am »
Citação de: "nelson38899"
Espero que desta vez Israel acabe de vez com o Hamas


não lhe convém...depois quem vão culpar para as suas invasões?
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #28 em: Janeiro 05, 2009, 12:06:19 pm »
Citação de: "P44"
não lhe convém...depois quem vão culpar para as suas invasões?


O Hezbollah ...  :roll: Israel está apenas a responder aos amigos do Hitler Persa perto das suas fronteiras e que quer pura e simplesmente exterminar o povo judeu ...  :roll:

 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3974
  • Recebeu: 191 vez(es)
  • Enviou: 223 vez(es)
  • +9/-0
(sem assunto)
« Responder #29 em: Janeiro 05, 2009, 04:04:26 pm »
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

 

Israel - High tech becomes low tech

Iniciado por Mar VerdeQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 0
Visualizações: 1734
Última mensagem Dezembro 06, 2007, 10:54:55 am
por Mar Verde
Assalto à frota de navios com destino a Gaza

Iniciado por legionarioQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 196
Visualizações: 12737
Última mensagem Setembro 23, 2010, 08:40:01 pm
por teXou
Israel aponta as suas ogivas nucleares para a Europa

Iniciado por casimirQuadro Mundo

Respostas: 3
Visualizações: 1408
Última mensagem Março 26, 2010, 11:34:41 am
por Duarte
A retirada israelita da faixa de Gaza

Iniciado por papatangoQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 6
Visualizações: 1901
Última mensagem Agosto 23, 2005, 10:58:43 pm
por Normando
Israel aceita com condições a independência para a Palestina

Iniciado por PimentaQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 1
Visualizações: 1811
Última mensagem Novembro 30, 2012, 09:01:02 am
por P44