FAB - Força Aérea Brasileira

  • 952 Respostas
  • 133070 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #885 em: Maio 12, 2017, 09:15:47 pm »

Vídeo institucional conta a história da Esquadrilha da Fumaça
 :G-beer2:
 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #886 em: Maio 14, 2017, 09:59:46 pm »
Jane’s: caças Gripen E/F do Brasil estarão operacionais desde o início


Citar
Os primeiros caças Saab Gripen E/F recebidos pela Força Aérea Brasileira (FAB) terão capacidade operacional inicial (IOC) desde o início, segundo o Brigadeiro do Ar Marcio Bruno Bonotto, comandante da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate da FAB (COPAC).

Falando durante um briefing sobre as atividades de exportação do Gripen na divisão aeronáutica da Saab em Linkoping em 9 de maio, o Brigadeiro Bonotto disse que “o primeiro avião Gripen que será entregue em 2021 terá IOC desde o primeiro dia”, acrescentando que a frota de Gripen da FAB “será de aviões operacionais e não somente para o ‘Dia da Independência’ ou para desfiles”.

O Brasil assinou um contrato de SEK39,3 bilhões (US$ 5,4 bilhões) para 36 caças Gripen E/F do Programa F-X2, em outubro de 2014, tendo selecionado o caça sueco em dezembro do ano anterior.

Abordando como o clima difícil clima econômico do Brasil pode afetar a aquisição do Gripen E/F, Bonotto disse que “até agora temos todo o apoio financeiro necessário para o Programa, apesar dos maus momentos econômicos do Brasil”.

O Brigadeiro Bonotto entrou em alguns detalhes sobre o longo e laborioso processo de avaliações que resultaram na seleção do Gripen E/F pela FAB, mas afirmou que também houve fatores não-militares que fizeram da aeronave sueca uma boa escolha. “Foi bom para nós ter escolhido um país como parceiro que não é um grande produtor internacional de jatos como os americanos ou chineses —  o que torna muito mais fácil trabalhar quando os dois países estão em níveis geopolíticos comparáveis ​​”, explicou.

O FAB está considerando vários fluxos de programas e projetando para o futuro, acrescentou Bonotto, e parte dessa projeção futura está inserida na atual agenda de offset que ocorre paralelamente à aquisição do Gripen.

“Não há necessidade de substituir a atual frota de aviões da FAB numa base de um-para-um, então a decisão sobre quantas aeronaves Gripen devem ser adquiridas ainda não foi tomada”, disse ele.

“O programa Gripen prevê um pacote de compensação de cerca de US$ 9 bilhões e totaliza cerca de 40 projetos. Alguns desses projetos são centrados no desenvolvimento de uma aeronave de próxima geração, que viria depois do Gripen. Entre esses projetos de compensação também está o estudo para o Gripen marítimo baseado em porta-aviões.”

O Brigadeiro Bonotto também abordou outras áreas de compras que são motivo de preocupação da FAB, uma das quais é o avião de transporte/tanque Embraer KC-390. A maneira que ele vai abordar a comercialização do avião para outras nações será “como é com a Suécia”, disse. “Eu não quero que alguém compre o KC-390 porque é nosso amigo; eu quero ir para abrir competição… nós tivemos um trabalho tremendo para tornar o KC-390 o que ele é hoje. Dê uma olhada e você poderá constatar que é um avião completamente diferente da proposta original da Embraer. Eu não estou dizendo que meu avião é sempre melhor do que o Lockheed Martin C-130, mas eu quero ir para a competição aberta.”

Enquanto os programas Gripen E/F e KC-390 ainda estão caminhando com um bom suporte, uma das baixas da recessão atual do Brasil é a empresa de armas lançada há muito tempo, a Mectron. A empresa foi adquirida em 2011 pelo conglomerado multinacional brasileiro Odebrecht, mas desde então vários casos de corrupção e bilhões de dólares em multas causaram o colapso da empresa-mãe corporativa.

A Mectron tinha sido responsável por vários programas de armas, alguns dos quais desenvolvidos no Brasil e outros que foram parte de projetos conjuntos com a Denel da África do Sul.

Infelizmente, disse o Brigadeiro Bonotto, “a Mectron fez uma má escolha no passado e hoje estamos terminando nossos contratos com eles para fazer o melhor que pudermos para a FAB. Não vamos ter grandes atrasos devido à morte da Mectron, porque temos outras empresas fazendo o trabalho que ela faria.

“Dois meses atrás, seria uma resposta diferente, mas agora estou um pouco mais otimista. Pelo que posso ver, acho que estão fechando suas portas”, acrescentou o general. “Quando eu voltar na próxima semana para o Brasil vou assinar os últimos papéis para terminar o nosso relacionamento com a Mectron. É triste dizer que uma empresa que começou com quatro sócios que tinham um sonho terminou, mas agora nós teremos outras empresas para completar este trabalho.”

FONTE: Janes.com

http://www.aereo.jor.br/2017/05/12/janes-cacas-gripen-ef-brasil-estarao-operacionais-desde-o-inicio/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7900
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #887 em: Maio 16, 2017, 04:05:20 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #888 em: Maio 17, 2017, 02:53:35 pm »
FAB realiza operação com míssil de treinamento


Citar
A campanha de certificação do míssil de treinamento Python-4 está sendo realizada em Canoas (RS). O armamento será integrado aos caças F-5EM da Força Aérea Brasileira (FAB). A campanha, denominada Operação Python, começou em março e termina no dia 6 de junho.

As atividades são desenvolvidas pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) em conjunto com o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Instituto de Fomento Industrial (IFI) e Instituto de Pesquisa e Ensaios em Voo (IPEV).

“A preparação para a campanha de ensaios envolveu várias análises e relatórios técnicos, abordando os aspectos aerodinâmico, aeroelástico e estrutural do míssil acoplado ao caça”, afirma o Coronel Aviador Carlos Afonso Mesquita de Araújo, coordenador da Operação Python.

Como são feitos os testes

O novo míssil de treinamento Python-4 fica conectado à aeronave o tempo todo, mas não é lançado. Contudo, possui características físicas próximas à do míssil real, além do sistema ativo de busca e apontamento de alvos por meio da radiação infravermelha emitida principalmente pela turbina da aeronave “inimiga”. Dessa maneira, os pilotos conseguem realizar treinamento de combate aéreo mais próximo da realidade, incluindo a informação de que o alvo se encontra ao alcance do armamento.

Os voos de ensaios servem para avaliar o desempenho da aeronave em situações mais críticas das fases de decolagem, subida, cruzeiro, combate, descida e pouso, além de verificar a integridade estrutural da aeronave F-5EM.

FONTE: http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/30123/CERTIFICA%C3%87%C3%83O%20-%20FAB%20realiza%20opera%C3%A7%C3%A3o%20com%20m%C3%ADssil%20de%20treinamento
 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #889 em: Maio 23, 2017, 01:09:17 am »



 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #890 em: Maio 23, 2017, 01:21:01 am »






















 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #891 em: Junho 07, 2017, 02:13:59 pm »
26º Batalhão Brasileiro de Infantaria de Força de Paz (BRABAT26), embarcaram no C-767 da Força Aérea Brasileira no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP)








 

*

Sargento Barnes

  • Membro
  • *
  • 23
  • Recebeu: 8 vez(es)
  • +1/-24
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #892 em: Junho 09, 2017, 05:37:25 pm »
1º Esquadrão de Transporte Aéreo.



 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #893 em: Junho 14, 2017, 03:57:55 pm »
Infantaria / Polícia da Aeronáutica







 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #894 em: Junho 19, 2017, 04:28:54 am »
Brasil recebe primeiro Airbus C295 de busca e salvamento


Citar
Aeronave será exibida no Paris Air Show neste mês de junho antes de fazer um tour pela Ásia e América do Norte

Sevilha, 16 de junho de 2017 – O Brasil recebeu hoje a sua primeira aeronave Airbus C295 na configuração de busca e resgate (SAR – Search and Rescue). A entrega foi feita nas instalações da Airbus Defence and Space, em Sevilha, na presença de Raul Jungmann, ministro da defesa do Brasil, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e de Bernhard Brenner, vice-presidente de marketing e vendas da Airbus Defence and Space.

A aeronave será integrada em julho à frota existente de 12 C295s configurados para transporte, aumentando a frota da Força Aérea Brasileira para 13 modelos. Os termos do acordo também incluem um contrato de cinco anos para suporte completo durante a operação (FISS – Full In Service Support).

“Somos muito gratos por esta renovada demonstração de confiança vinda de um cliente de muitos anos, que usará o C295 para realizar tarefas críticas para a Força Aérea Brasileira. O C295 tem grande aprovação em missões de busca e resgate e representará um grande salto em capacidade para o Brasil”, diz Brenner.

Após a cerimônia, a nova aeronave voará para o Paris Air Show para ser exibida na área de exposição estática da Airbus durante o evento.

Depois, a aeronave será levada para um tour de um mês por países da Ásia e da América do Norte, demonstrando sua capacidade em diversos ambientes, antes de chegar ao Brasil para entrar em operação.

Além da frota de aeronaves, a FAB também utiliza um simulador de voo completo do C295 na base aérea de Manaus (BAMN), o que permite uma autonomia completa para o treinamento de sua tripulação.

Mais de 180 modelos C295 já foram encomendados por 25 países. Na América Latina, mais de 100 aeronaves Airbus de transporte militar de todos os tipos estão em operação.

FONTE:  http://www.aereo.jor.br/2017/06/16/brasil-recebe-primeiro-airbus-c295-de-busca-e-salvamento/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7900
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +12/-3
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #895 em: Junho 24, 2017, 03:14:14 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #896 em: Junho 24, 2017, 04:24:36 pm »

Aviação de Reconhecimento - 2017

 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #897 em: Junho 24, 2017, 04:25:42 pm »










 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4014
  • Recebeu: 607 vez(es)
  • Enviou: 456 vez(es)
  • +25/-8
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #898 em: Junho 27, 2017, 11:59:15 am »
https://www.facebook.com/ministeriodadefesa/


Citar
#OperaçãoOstium intercepta avião com 500kg de droga ilícita em Goiás ➡️ goo.gl/X7FnyB
Infográfico: Força Aérea Brasileira

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Investigador
  • *****
  • 2803
  • Recebeu: 192 vez(es)
  • Enviou: 141 vez(es)
  • +30/-31
Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Responder #899 em: Junho 29, 2017, 03:50:19 am »
Operação Ostium



Citar
A Força Aérea Brasileira iniciou em 24 de março uma grande operação de combate a voos irregulares que ocorrem na fronteira, com o codinome Operação Ostium (Porteira em latim). Esta operação visa intensificar o controle do espaço aéreo no setor oeste-sul brasileiro com duração até o final do ano junto a fronteira com o Paraguai e Bolívia, notadamente países onde ocorre a maior parte de voos ilícitos de transporte de armas e drogas.

Serão quase oito mil km de fronteira vigiados compreendendo os estados de MS, PR e SC, e para isso a FAB deslocou para algumas cidades fronteiriças aeronaves que ficarão desdobradas enquanto durar a operação. Próximo de 450 aeronaves ilícitas foram interceptadas no ano passado, este ano a FAB pretende reduzir drasticamente esse número. Participam os esquadrões: Flecha (3º/3ºGAv) com aeronaves A-29; Poti (2º/8ºGAv) helicóptero de ataque AH-2 Sabre; Pantera (5º/8ºGAv) helicóptero de transporte e escolta H-60 L Blackhawk; Horus (1º/12ºGAv) com o VANT(Veículo Aéreo Não Tripulado) RQ-450; Guardião(1ºe 2º/6ºGAv) aviões de reconhecimento/alerta antecipado R-35AM/E-99; Pelicano (2º/10ºGAV) aeronave de busca e Salvamento SC-105 entre outras unidades auxiliares. Para suporte, foi deslocada para a região grande estrutura de apoio a operação como sistemas de comunicações por rádio, satélites e radares móveis. A maior parte foi transportada por carretas, outra por aeronaves C-130 da FAB exigindo um grande esforço logístico da FAB.

Campo Grande, Dourados e Corumbá no Mato Grosso do Sul, Chapecó em Santa Catarina, Cascavel e Foz do Iguaçu no Paraná foram as cidades escolhidas para o início da operação. Essa é a primeira operação com a nova estrutura de comando da FAB que passa por grande reorganização, informações e dados são repassados via link de satélite para o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília, onde decisões são tomadas no decurso da operação, em Dourados também há um centro de controle replicando informações para o comando das unidades na área.

FONTE: http://portaldefesa.com/ostiun/#!prettyPhoto













 

 

"A Força da Razão"

Iniciado por LusoQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 66
Visualizações: 15892
Última mensagem Janeiro 17, 2007, 05:02:22 pm
por Luso
Força militar "pronta" para ir ao Congo

Iniciado por LanceroQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 9
Visualizações: 3682
Última mensagem Abril 01, 2007, 04:21:19 pm
por comanche
WEBASAS - BASE AÉREA SP- F-5"MIKE"/C-130FAV/DC-8/K

Iniciado por WEBASASQuadro Internet-Jogos-Simulações

Respostas: 0
Visualizações: 1925
Última mensagem Outubro 13, 2007, 07:00:25 am
por WEBASAS
Reino Unido e França querem nova força militar

Iniciado por Tiger22Quadro Mundo

Respostas: 3
Visualizações: 1531
Última mensagem Fevereiro 10, 2004, 09:14:56 pm
por filcharana
Qual a melhor força especial das forças armadas da Nato?

Iniciado por InstrutorQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 204
Visualizações: 45734
Última mensagem Junho 13, 2013, 11:57:06 am
por Cabeça de Martelo