A Guerra da Restauraçao 1640-1668

  • 9 Respostas
  • 1149 Visualizações
*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« em: Dezembro 04, 2015, 11:37:43 am »
Francisco de távora toma em espanha 110 lugares em 1667 ,os de :



1667  Tamaguelos

1667  Mourazos

1667  Rosal

1667  Feris de Cima

1667  Vila Maior de Gironda

1667  São Milhão

1667  Medeiros

1667  San Cristóbal

1667  Santa Vaia 

1667  Mandim

1667  Baltar

1667  Niño de Aguia

1667  Vila Maior da Boutosa

1667  São Paio da Badis

1667  S. Lourenço de Tozende

1667  Santiago

1667  Rubias

1667  São João

1667  Rendim

1667  Santiago de Baixo

1667  Requiais 

1667  Vilar de Voz

1667  Pedrosa

1667  Bouço

1667  Gravelos

1667  Tijoes

1667  Gumares   

1667  Eixames

1667  Godim 

1667  Tamágos

1667  Maos

1667  Tourem

1667  Uimbra

1667  Bouzeis

1667  Moinhos

1667  Salhariz

1667  Nugueira

1667  Prado

1667  Gomar

1667  São Fernando

1667  Prado Novo

1667  Fustras

1667  Larohá

1667  Pijeirós

1667  Pereiro

1667  Sabuzedo

1667  Parada

1667  Conclos


1667  Moreiros

1667  Vilela

1667  Mosteiro

1667  Vilar de Lebres

1667  Moimenta

1667  Lobos

1667  Tres Mires

1667  Coaledo

1667  Vilaça

1667  Atais

1667  Pinados

1667  Nuzelos

1667  Vilar de Servos

1667  Freiris

1667  A Madanela

1667  Sendim

1667  São Martinho

1667  Lusença

1667  A Sezedo

1667  Larcohá

1667  Vilar de Rey

1667  Soutelo

1667  Santo Antonio

1667  Santo Antoninho

1667  Alvarelhos

1667  A Babidis

1667  Pinheiro

1667  Infesta

1667  Santa Valhadalimia

1667  Rebordachá

1667  Somis

1667  Salharis

1667  Lodozelo

1667  Freixo

1667  Fambre

1667  Nuzedo de Pena

1667  Escarnabois

1667  Coais

1667  Souto Chão

1667  Berrande

1667  Arsohá

1667  Crastelos de Baixo

1667  S. Vicente

1667  Dona Ilvira

1667  Verguinha

1667  Riós

1667  Vilarinho da Toussa

1667  A Barreira

1667  Vilar de Flor

1667  Tameirão

1667  Crastelos de Monte Rey

1667  Passos

1667  Guiçaes

1667  Covas

1667  Fiaes

1667  Arsadegos

1667  Salhariz

1667  São Salvador

1667  Barsia

1667  Couto
 

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #1 em: Dezembro 04, 2015, 11:48:39 am »
em 1641 os portugueses queimam 53 lugares na galiza ,os de :


1641 Fezes de Cima
 
1641  Fezes de Baixo

1641  Mandim

1641  Vila Frade

1641  Lama Darcos

1641  Cambedo

1641  Rastoal

1641  Tamaguelos

1641  São Cibrão

1641  Uimbra

1641  O Rosal

1641  Mouraços

1641  Tamagos

1641  Serzeda

1641  Bediferre

1641  Espeuho

1641  Bezeus

1641  As Châus

1641  Casas dos Montes

1641  Amadelina

1641  S. Cristovão

1641  Vila de Mideiros

1641  Vila Maior Gironda

1641  S. Milhão

1641  Freires

1641  Lucença

1641  Busesis

1641  A Granja

1641  A Pedrosa

1641  Sotto Dias

1641  Vilaredo de Cotta

1641  Vilar de Rey

1641  Enxames

1641  Arsadegos

1641  Palheiros

1641  Torroxo

1641  Vilar de Servos

1641  Alviga

1641  S. Romão

1641  A Bemposta

1641  O Tonho

1641  Tres Igrejas

1641  A Devesa

1641  Igreja

1641  Butelo

1641  A Muimenta

1641  Dona Elvira

1641  Vilar da Voz

1641  Lamas Deite

1641  Mansalejos

1641  Cagados

1641  Castro Mil de Castela

1641  Castro Mil de Galiza
 

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #2 em: Dezembro 04, 2015, 12:02:37 pm »
As batalhas



1644  Batalha do Montijo
26 de Maio de 1644 se verificou a primeira grande batalha da guerra da
restauração ,a Batalha do Montijo travada em Espanha perto da Badajoz ,
onde Matías de alburquerque com 7 000 portugueses derrotou 8 500 espanhóis
liderados pelo Marqués de Torrescusa ,batalha de 6 horas ,ganhamos 22
bandeiras e os espanhois tiveram mais de 3 000 mortos e perderam toda a
artilharia


1653  Batalha de Arronches
8 de novembro ,André de alburquerque com 950 cavalos ou 1 000 cavalos
derrota a cavalaria Espanhola de 1 300 cavalos de Bustamante ,Andre de
albuquerque á vista de Arronches em uma sanguinaria batalha derrotou as
tropas de Badajoz cativando 700 cavalos ( Relaçao da vitoria que alcançou
do castelhano ,Andre de albuquerque general da cavalaria entre Arronches
e Assumar em 8 de novembro de 1653 )


1659  Batalha Linhas de Elvas
António Luis de Meneses com 11 000 portugueses derrota 19 000 espanhois
liderados por Luis de Haro ,os espanhois tiveram cerca de 2 500 mortos e
4 000 prisioneiros ( derrota vergonhosa para os espanhois )


1661  Batalha Perales del Puerto
vitoria dos Portugueses em Castilla la Vieja ,D. Sancho manuel e Joao de mello
feio com 2 500 infantes e 760 cavalos entra em espanha e derrota os espanhois
em Perales ,os espanhois era liderados por D. Juan jácome Mazzacan que tinha
700 cavalos da Catalunha e Borgonha e 600 Alemaes ,alem das pessoas que
vieram da serra de Gata ,a infantaria Alema foi toda degolada pelos portugueses
( vitoria em sabado 29 de outubro - grande choque de Perales )


1663  Batalha do Ameixial
os Portugueses com 14 000 homens derrotam os Espanhois que tinham 18 500
homens ,morreram 4 000 espanhois ,3 500 foram feitos prisioneiros ,alcançou
Portugal uma das mais completas e gloriosas vitorias que se viu em espanha ,
 ( Batalha do Ameixial ou do Canal )


1664  Batalha de Castelo Rodrigo
Pedro jacques de magalhães com 3 000 homens ( 2 500 infantes e 500 cavalos )
derrota os espanhois que tinham 4 700 homens ( 4 000 infantes e 700 cavalos )
que eram liderados pelo Duque de osuna

 
1665  Batalha de Montes Claros
os Portugueses com 20 500 homens derrotam os espanhois que tinham 22 000
homens ,4 000 inimigos foram mortos e perderam 3 500 cavalos e 6 150 foram
feitos prisioneiros ,tomamos 86 bandeiras ,esta batalha transformou-se em
matança ,porque a cavalaria portuguesa degolou sem piedade regimentos
inteiros ( os espanhois tinham tropas da Alemanha ,Itália ,Suiça e Hungria )
 

*

LM

  • Perito
  • **
  • 432
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 134 vez(es)
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #3 em: Dezembro 04, 2015, 12:31:51 pm »
Aconselho uma visita aqui: https://guerradarestauracao.wordpress.com/

LM
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #4 em: Dezembro 05, 2015, 10:47:19 am »
em novembro os portugueses saqueiam 23 lugares ,os de


1646  Cheles

1646  Villa Nueva del Fresno

1646  Valencia de Monboy

1646  Aroche

1646  Aracena

1646  Encinasola

1646  La Oliva

1646  Vale de Matamoros

1646  Afigera

1646  Vilanova Barcarrota

1646  Salvalião

1646  Torre

1646  Almendral

1646  Alconchel

1646  Albufeira

1646  Valverde

1646  Vilar de Rei

1646  Montijo

1646  Puebla

1646  S. Vicente

1646  Membrillo

1646  Telena

1646  Codiceira
 

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #5 em: Dezembro 05, 2015, 10:56:09 am »
eu ja conheço esse site
 

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #6 em: Dezembro 15, 2015, 11:29:59 am »
1658  Batalha de São Miguel
batalha ganha pelos portugueses sobre os espanhois junto a Badajoz ,Joanne
mendes de vasconcelos derrota completamente o Duque de San Germán ,durou a
batalha 4 horas ,perderam os espanhois na batalha do forte de S. Miguel 1 500
homens ,foi esta batalha uma das mais porfiadas e das mais horriveis porque os
portugueses ao mesmo tempo combatiam a cidade ,o forte e o exercito espanhol
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7254
  • Recebeu: 203 vez(es)
  • Enviou: 129 vez(es)
  • +11/-3
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #7 em: Dezembro 15, 2015, 01:57:46 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #8 em: Fevereiro 02, 2017, 04:05:12 pm »
1658  Batalha São Miguel
batalha ganha pelos portugueses sobre os espanhois junto a Badajoz ,Joanne
mendes de vasconcelos derrota completamente o Duque de San Germán ,durou a
batalha 4 horas ,perderam os espanhois na batalha do forte de S. Miguel 1 500
homens ,foi esta batalha uma das mais porfiadas e das mais horriveis porque os
portugueses ao mesmo tempo combatiam a cidade ,o forte e o exercito espanhol
( batalha campal )


1662  Batalha Grijo
o Conde de S. João empenhou toda a cavalaria e com espada na mao dava
valeroso exemplo aos seu  soldados ,ao mesmo tempo intentava o marques
de Penalva desembaraçar a estrada carregando com todo o vigor os nossos
batalhoes ,passaram os nossos batalhoes o Callejão pelejando ,o inimigo
buscou outro passo e encontrou alguns batalhoes da retaguarda ,mas Ignacio
de frança rechacou-os e obrigou-os a retirar ( isto é o combate de Grijo que
durou 7 horas ,das 7 da manhã até ás 2 da tarde fazendo retirar os galegos )


1662  Batalha Travanca
o inimigo fez alto porque viu na frente da nossa cavalaria 1 grande pantano
e eles receberam grande dano das 300 bocas de fogo que tinhamos no vale ,
os Alemaes atacaram o lado direito da nossa cavalaria ,mas Carlos malheiro
defendeu o passo ,avançou o inimigo pelo lado esquerdo ,mas retirou e a
artilharia fez dano neles ,os galegos tiveram 1 500 mortos neste dia 9 ,no
dia 10 Joao da cunha sotto-mayor desceu ao vale e derrotou os galegos
a batalha de Travanca foi iniciada de 9 para 10 de agosto no qual o Conde
do Prado D. Francisco de Sousa desbaratou o exercito Galego
nos montes da Travanca e do Carvalhal limites da freguesia de Cunha em 1662
alcançaram vitoria as armas portuguesas contra a dos espanhois


1662  Combate Zarza la Mayor
( 1 choque de armas na zona Extremeña ) D. Sancho manuel com 260 cavalos
e D. Martim da ribeira derrotam a vanguarda de 7 companhias de cavalos
Catalaes lideradas pelo Barâo de Santa Christina e D. Antonio pinhatello ,
salvou-se unicamente o Barâo de Santa Christina e os mais oficiais e soldados
foram mortos e prisioneiros e entre eles Don Antonio Pignatelli
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 3610
  • Recebeu: 531 vez(es)
  • Enviou: 420 vez(es)
  • +19/-1
Re: A Guerra da Restauraçao 1640-1668
« Responder #9 em: Abril 18, 2017, 10:29:09 am »
Acaba por estar relacionada (a combater lado a lado com índios e escravos)...  ;) http://www.areamilitar.net/HistBCR.aspx?N=13
Citar
A primeira batalha dos Guararapes, é um episódio da guerra contra a presença holandesa no nordeste brasileiro, que começou especialmente depois de 1640.

A batalha ocorre num período em que sem intervenção directa da coroa portuguesa (que em Portugal se encontrava perante a pressão da decadente mas ainda poderosa coroa das Espanhas), os portugueses do Brasil, pegam em armas para expulsar os holandeses dos territórios que eram parte da coroa portuguesa, e tomados à força pela Holanda a partir de 1630 e cujos domínios foram aumentando até que em Portugal ocorre a restauração da monarquia portuguesa.

No inicio de 1648, uma poderosa força holandêsa é enviada do Recife para sul em direcção à região da Bahia. Entretanto toma conhecimento de que o Recife foi cercado e marcha de volta para norte para tentar aliviar a pressão dos portugueses sobre a cidade.

O exército holandês na sua marcha para norte, de volta ao ponto de partida, é constituída por cerca de 5.000 homens, e as forças portuguesas estão restringidas a apenas 2.200.

O objectivo, é impedir que os holandeses cheguem ao Recife, interceptando-os a meio caminho, o que acontece numa região conhecida como Outeiros de Guararapes.

As tropas portuguesas, divididas em terços (ou batalhões) comandados por Francisco Barreto, André Vidal e Henrique Dias, conseguem superiorizar-se através de tácticas de ataque furtivo, e beneficiando do conhecimento do terreno, e da sua utilização para ganhar vantagens tácticas.

As forças portuguesas ocupara posições elevadas, que os holandeses atacaram, embora com grande esforço, para seguidamente verificarem que também havia posições portuguesas a tomar outros pontos elevados estratégicos, que permitiam às forças portuguesas atingir os holandeses sem que estes conseguissem ripostar.

De notar que a vitória portuguesa deveu-se não só à superioridade táctica dos seus comandantes, mas também ao facto de os holandeses terem entretanto vindo a perder pontos de apoio (fortes) na região, o que reduzia inevitavelmente a capacidade das suas tropas.

Pelo menos 500 holandeses morrem na refrega, pelo que a batalha foi determinante para o espirito dos portugueses e foi determinante para o futuro da presença holandesa no Brasil. Embora ainda tentassem no ano seguinte uma expedição semelhante, ela também não teve sucesso, tendo resultado numa derrota ainda mais esmagadora, que acabaria por selar o fim do periodo holandês no nordeste brasileiro.

É de especial importância, além da resistência demonstrada pelas forças portuguesas - na sua esmagadora maioria constituídas por portugueses nascidos no Brasil - realçar a importância do apoio dos escravos e dos índios autóctones, cujo apoio foi conseguido, às custas do comportamento inamistoso dos funcionários da companhia holandesa das Índias para com os residentes na região.


Saudações

"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

 

"A Guerra" - RTP1

Iniciado por LanceroQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 41
Visualizações: 13154
Última mensagem Abril 26, 2008, 01:23:32 pm
por lurker
A guerra com o Iraque foi um "erro estratégico"

Iniciado por Tiger22Quadro Conflitos do Presente

Respostas: 7
Visualizações: 2266
Última mensagem Maio 04, 2004, 03:16:28 pm
por Guilherme
"Memórias da Guerra - 1961-1974"

Iniciado por LanceroQuadro Conflitos do Passado e História Militar

Respostas: 11
Visualizações: 24816
Última mensagem Junho 15, 2007, 04:28:40 pm
por Lancero
Guerra Colonial: Fotos dos "gun trucks"

Iniciado por sprint1050Quadro Conflitos do Passado e História Militar

Respostas: 0
Visualizações: 2483
Última mensagem Agosto 17, 2008, 02:35:53 pm
por sprint1050
"Portugal em tempo de guerra" - CONTEX/PHIBEX

Iniciado por Ricardo NunesQuadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 4
Visualizações: 2708
Última mensagem Setembro 26, 2004, 12:00:40 am
por Fábio G.