Engenho explosivo na Galiza provoca vários danos materiais

  • 47 Respostas
  • 11816 Visualizações
*

balburdio

  • 327
  • +0/-0
Engenho explosivo na Galiza provoca vários danos materiais
« em: Novembro 15, 2007, 10:53:22 pm »
para aquelas mentes brilhantes que diziam que eu estava a sonhar:

Engenho explosivo na Galiza provoca vários danos materiais

Uma bomba explodiu hoje de madrugada no município de Cangas (Pontevedra), região da Galiza, provocando «numerosos danos materiais», anunciou a polícia espanhola.

A explosão não provocou feridos, mas causou «numerosos danos materiais» nas instalações de uma imobiliária, que ficou «completamente destruída», segundo fontes policiais citadas pelo jornal El Mundo.

A Guardia Civil de Pontevedra acrescentou que as primeiras hipóteses apontam para um engenho composto por quatro quilogramas de material explosivo, apesar de ainda se esperar a confirmação através do relatório final de peritagem.

A explosão provocou também danos nos edifícios mais próximos, alguns dos quais foram evacuados.

As mesmas fontes disseram também que não foi recebido nenhum telefonema a reivindicar o atentado.

O ministro do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba, citado pelo El Mundo, garantiu que as autoridades vão investigar este tipo de acções que, «aparentemente», são levadas a cabo por «grupos independentistas radicais», claramente «violentos».

Este é o segundo engenho explosivo no município de Cangas em seis meses, depois de uma detonação controlada pela Guardia Civil, a 9 de Maio, de uma bomba reivindicada pelo grupo independentista Resistência Galega.

Em Setembro de 2006, a GNR de Vieira do Minho (Trás-os-Montes) apreendeu 25 bombas com detonadores montados, folhetos de propaganda da Resistência Galega e dois manuais de montagem de engenhos explosivos, num posto de vigilância florestal.

As bombas foram descobertas, na altura, por um grupo de crianças que brincava na casa, situada a quatro quilómetros do centro de Vieira do Minho e a 40 quilómetros de Lobios, o município espanhol mais próximo da fronteira portuguesa.

in Diário Digital / Lusa

15-11-2007 17:57:00

Título editado: Lancero
 

*

ShadIntel

  • 1514
  • +0/-0
Re: Começou
« Responder #1 em: Novembro 15, 2007, 11:17:31 pm »
Citação de: "balburdio"
para aquelas mentes brilhantes que diziam que eu estava a sonhar:

Engenho explosivo na Galiza provoca vários danos materiais

Uma bomba explodiu hoje de madrugada no município de Cangas (Pontevedra), região da Galiza, provocando «numerosos danos materiais», anunciou a polícia espanhola.

A explosão não provocou feridos, mas causou «numerosos danos materiais» nas instalações de uma imobiliária, que ficou «completamente destruída», segundo fontes policiais citadas pelo jornal El Mundo.

A Guardia Civil de Pontevedra acrescentou que as primeiras hipóteses apontam para um engenho composto por quatro quilogramas de material explosivo, apesar de ainda se esperar a confirmação através do relatório final de peritagem.

A explosão provocou também danos nos edifícios mais próximos, alguns dos quais foram evacuados.

As mesmas fontes disseram também que não foi recebido nenhum telefonema a reivindicar o atentado.

O ministro do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba, citado pelo El Mundo, garantiu que as autoridades vão investigar este tipo de acções que, «aparentemente», são levadas a cabo por «grupos independentistas radicais», claramente «violentos».

Este é o segundo engenho explosivo no município de Cangas em seis meses, depois de uma detonação controlada pela Guardia Civil, a 9 de Maio, de uma bomba reivindicada pelo grupo independentista Resistência Galega.

Em Setembro de 2006, a GNR de Vieira do Minho (Trás-os-Montes) apreendeu 25 bombas com detonadores montados, folhetos de propaganda da Resistência Galega e dois manuais de montagem de engenhos explosivos, num posto de vigilância florestal.

As bombas foram descobertas, na altura, por um grupo de crianças que brincava na casa, situada a quatro quilómetros do centro de Vieira do Minho e a 40 quilómetros de Lobios, o município espanhol mais próximo da fronteira portuguesa.

in Diário Digital / Lusa

15-11-2007 17:57:00


Eu até também pensava há muito que pudesse vir a acontecer, mas neste caso, sem reivindicações (até agora) ou provas, pode muito bem ser um simples ajuste de contas ou outro crime qualquer. Para tirar conclusões, talvez seja necessário esperar por mais informações. Agora, se se confirmar e se estes atentados começarem a acontecer com regularidade, é mais uma dor de cabeça para o governo espanhol...
 

*

Leonidas

  • Analista
  • ***
  • 677
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-2
(sem assunto)
« Responder #2 em: Novembro 16, 2007, 03:09:17 am »
Saudações guerreiras

Bem desconfiava das notícias vindas a público por causa da ETA em Portugal útimamente! Não que não possam serem verdadeiras, mas o que me espantou foi o alarido com ares muito surpresos com que foi veiculada pela comunicação social! Logo, só não sei qual é a estranheza se isto acontecer também. Mas confesso que ainda me sinto incrédulo!!!!!!

Assim sendo é só mais uma dor de cabeça para nós. É só mais uma justificação para Madrid pressionar ainda mais Portugal! Isso nem se discute. Da maneira como isto está, bem poderemos contar com todo o tipo de pressões e quem sabe, incursões clandestinas de forças espanholas.

Se isto se adiantar mais e se a moda pegar em todo o lado onde há o fenómeno dos separatismos, teremos o prelúdio para uma outra forma de guerra civil? A questão agora muda de figura, porque temos o “menino” há nossa porta!

Não sei do que Cavaco está há espera para obrigar o governo a reactivar o serviço militar obrigatório.

Cumprimentos.
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Novembro 16, 2007, 09:51:15 am »
Esperen antes de movilizar el ejército, chicos, se trata de un asunto policial. A los gallegos 'autênticos' se les fue la mano con la pólvora, es todo.

Antes o después terminarán en la prisión y allí podrán montar su guerra civil contra violadores, ladrones y pederastas. Los gallegos 'descaracterizados' seguiremos viviendo tranquilos, como siempre.

Algunos ven guerras civiles hasta en sueños, deberían hacérselo mirar por un médico especialista (psiquiatra)  c34x
 

*

ShadIntel

  • 1514
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Novembro 16, 2007, 10:00:56 am »
Citação de: "manuel liste"
El otro día vi una guerra civil pasar volando por delante de mi ventana ¿debo ir al médico?  :nice:
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Novembro 16, 2007, 10:16:37 am »
Citação de: "ShadIntel"
Citação de: "manuel liste"
El otro día vi una guerra civil pasar volando por delante de mi ventana ¿debo ir al médico?  :nice:


Uy qué miedo, la gripe. Prefiero bombas  :mrgreen:
 

*

rexluso

  • 33
  • +0/-0
Resistência Galega
« Responder #6 em: Novembro 16, 2007, 02:00:12 pm »
Ao que parece os atentados estão ligados ao grupo "Resistência Galega", pois foram apreendidos explosivos e propaganda.



Engenho explosivo na Galiza provoca vários danos materiais

Uma bomba explodiu hoje de madrugada no município de Cangas (Pontevedra), região da Galiza, provocando «numerosos danos materiais», anunciou a polícia espanhola.

A explosão não provocou feridos, mas causou «numerosos danos materiais» nas instalações de uma imobiliária, que ficou «completamente destruída», segundo fontes policiais citadas pelo jornal El Mundo.

A Guardia Civil de Pontevedra acrescentou que as primeiras hipóteses apontam para um engenho composto por quatro quilogramas de material explosivo, apesar de ainda se esperar a confirmação através do relatório final de peritagem.

A explosão provocou também danos nos edifícios mais próximos, alguns dos quais foram evacuados.

As mesmas fontes disseram também que não foi recebido nenhum telefonema a reivindicar o atentado.

O ministro do Interior, Alfredo Pérez Rubalcaba, citado pelo El Mundo, garantiu que as autoridades vão investigar este tipo de acções que, «aparentemente», são levadas a cabo por «grupos independentistas radicais», claramente «violentos».

Este é o segundo engenho explosivo no município de Cangas em seis meses, depois de uma detonação controlada pela Guardia Civil, a 9 de Maio, de uma bomba reivindicada pelo grupo independentista Resistência Galega.

Em Setembro de 2006, a GNR de Vieira do Minho (Trás-os-Montes) apreendeu 25 bombas com detonadores montados, folhetos de propaganda da Resistência Galega e dois manuais de montagem de engenhos explosivos, num posto de vigilância florestal.

As bombas foram descobertas, na altura, por um grupo de crianças que brincava na casa, situada a quatro quilómetros do centro de Vieira do Minho e a 40 quilómetros de Lobios, o município espanhol mais próximo da fronteira portuguesa.

Diário Digital / Lusa
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Novembro 16, 2007, 03:28:07 pm »
Para que se hagan una idea: la inmobiliaria a la que pusieron la bomba es el negocio familiar de un ex-marinero, el tipo dejó el pesquero hace ocho años y montó su negociete donde puso a trabajar a sus dos hijos.

Ese era el 'objetivo militar fascista opresor' de los descerebrados. Un acto heróico contra las 'forzas de ocupaçom', como pueden ver  :lol:

Por último: unos niños estuvieron jugando en la zona poco antes de que estallase el artefacto, y comentaron a sus padres que se habían marchado cuando 'unos porreros' (sic) se aproximaron.

Nadie hubiera podido hacer una descripción mejor. Porrero=persona con aspecto de drogadicto, sucia  c34x
 

*

zocuni

  • Analista
  • ***
  • 823
  • +0/-0
    • http://www.mochileiros.com
(sem assunto)
« Responder #8 em: Novembro 16, 2007, 03:48:17 pm »
Os espanhois que por aqui andam,afirmam que a Espanha é una e indivisivel.Tem gente que não enxerga o óbvio.Tudo lá é lindo e maravilhoso.

Abraços,
zocuni

"Este governo não cairá porque não é um edifício,sairá com benzina porque é uma nódoa"Eça de Queirós
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1498
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Novembro 16, 2007, 04:08:48 pm »
So uma pergunta o que que quer esse grupo de resistencia galega???
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Novembro 16, 2007, 04:21:45 pm »
Citação de: "pedro"
So uma pergunta o que que quer esse grupo de resistencia galega???

Independencia y socialismo, es decir, establecer un régimen totalitario donde sean ellos quienes manden. Son unos pocos fanáticos buscados por la policía, su destino es la prisión.

Citação de: "Zocuni"
Os espanhois que por aqui andam,afirmam que a Espanha é una e indivisivel.Tem gente que não enxerga o óbvio.Tudo lá é lindo e maravilhoso.

Abraços,


Lo obvio es que sabes tanto de mi país como yo de Río de Janeiro: sé que tiene playa, nada más  c34x
 

*

zocuni

  • Analista
  • ***
  • 823
  • +0/-0
    • http://www.mochileiros.com
(sem assunto)
« Responder #11 em: Novembro 16, 2007, 04:23:03 pm »
Citação de: "pedro"
So uma pergunta o que que quer esse grupo de resistencia galega???


Autonomia,como muitas regiões da Espanha,ou pelo menos que os estatutos dessas regiões autonomas sejam respeitadas.

Abraços,
zocuni

"Este governo não cairá porque não é um edifício,sairá com benzina porque é uma nódoa"Eça de Queirós
 

*

zocuni

  • Analista
  • ***
  • 823
  • +0/-0
    • http://www.mochileiros.com
(sem assunto)
« Responder #12 em: Novembro 16, 2007, 04:26:04 pm »
Citação de: "manuel liste"

Lo obvio es que sabes tanto de mi país como yo de Río de Janeiro: sé que tiene playa, nada más  :wink:



É por isso que aqui moram desde longa data espanhóis.Não insulte um país que nada tem haver com o assunto.
zocuni

"Este governo não cairá porque não é um edifício,sairá com benzina porque é uma nódoa"Eça de Queirós
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Novembro 16, 2007, 04:39:51 pm »
Citação de: "zocuni"
Citação de: "manuel liste"

Lo obvio es que sabes tanto de mi país como yo de Río de Janeiro: sé que tiene playa, nada más  :roll:

No conozco Río, pero Porto lo conozco bien. Los vigueses y gallegos somos vecinos y amigos de los portuenses, y no comprendo cómo puede haber personas tan prejuiciosas como para desear males a un vecino  :shock:  :roll:
 

*

zocuni

  • Analista
  • ***
  • 823
  • +0/-0
    • http://www.mochileiros.com
(sem assunto)
« Responder #14 em: Novembro 16, 2007, 05:11:28 pm »
Entendo relativamente espanhol,só que escrevo em português.Os galegos que conheço e são muitos pode crer não falam essas coisas,que você apregoa por aqui.Numa coisa tem razão também sou do Porto e adoro a Galiza,mas existem galegos e galegos.Adoro sua região.
zocuni

"Este governo não cairá porque não é um edifício,sairá com benzina porque é uma nódoa"Eça de Queirós
 

 

Vários vídeos da United News

Iniciado por LanceroQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 1603
Última mensagem Outubro 23, 2006, 02:53:44 pm
por Lancero
Vários Documentários

Iniciado por linergyQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 168
Visualizações: 23215
Última mensagem Agosto 19, 2017, 10:42:32 am
por Cabeça de Martelo
Galiza em setembro capital da educação ambiental lusófona

Iniciado por comancheQuadro Países Lusófonos

Respostas: 20
Visualizações: 6442
Última mensagem Março 26, 2012, 11:20:19 pm
por latino
Galiza- De Reino independente a simples comunidade autónoma

Iniciado por comancheQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 76
Visualizações: 16892
Última mensagem Fevereiro 28, 2010, 01:10:23 pm
por nelson38899
Yazaki desinveste em Portugal e aposta na Galiza

Iniciado por USB80Quadro Portugal

Respostas: 2
Visualizações: 937
Última mensagem Dezembro 25, 2005, 01:29:46 pm
por typhonman