Documentários sobre conflitos militares do século XX

  • 8 Respostas
  • 2176 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3933
  • Recebeu: 185 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +7/-0
Documentários sobre conflitos militares do século XX
« em: Agosto 05, 2012, 12:18:43 am »
Malvinas/Falklands War How Close To Defeat?

"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3933
  • Recebeu: 185 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +7/-0
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #1 em: Agosto 05, 2012, 12:27:44 am »
Battle of Fallujah - Iraq War


Our War: Ambushed

"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3933
  • Recebeu: 185 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +7/-0
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #2 em: Agosto 27, 2012, 02:03:00 pm »
Bear Grylls Escape To The Legion


"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3933
  • Recebeu: 185 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +7/-0
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #3 em: Agosto 27, 2012, 02:04:01 pm »
Sniper Deadliest Missions

"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3933
  • Recebeu: 185 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +7/-0
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #4 em: Dezembro 28, 2012, 03:09:34 pm »
Citar
20th Century Battlefields - Gulf War (1991)

http://youtu.be/1r3lZohzaUs
Editado por HSMW
[/size] :wink:
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7496
  • Recebeu: 273 vez(es)
  • Enviou: 99 vez(es)
  • +38/-27
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #5 em: Janeiro 29, 2013, 11:00:01 pm »
Quem conhece este?
Onde estará?

http://portadaloja.blogspot.pt/2013/01/ ... feito.html

Citar
E por falar em Metrópole: o que é feito deste filme?
No Século Ilustrado de 29 de Maio de 1971  aparecia esta menção ao "primeiro filme português em 70 mm e som estereofónico em seis bandas".
Que será feito deste filme? Terão vergonha de o mostrar publicamente ou foi simplesmente destruído pela democracia que temos?

Foi assim? Então aqui está a  ficha técnica para se lembrarem...



Se calhar também foi destruido pelos comunas. Há tempos soube que eles também destruiram os únicos registos sonoros do Rei D. Carlos. Para se perder a memória...
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Carlos Rendel

  • 187
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #6 em: Janeiro 30, 2013, 11:35:05 pm »
Então e para quando uma síntese dos conflitos militares que envolveram portugueses? Bem sei que é cedo e difícil tirar conclusões válidas e há muita
informação trancada a sete chaves- bom,não insisto porque há muito por revelar sobre a participação lusa na I Guerra,indirecta n a Guerra Civil de
Espanha, a tomada de Goa,e as três frentes africanas em simultâneo (1961-1974), e por fim a revolução.E se quisermos, a bancarrota,mas aí já estamos a fugir ao tema,ainda que esta obrigue a que faltem os meios para uma defesa consistente.                                                  cr
CR
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #7 em: Fevereiro 03, 2013, 12:51:23 pm »
Meio século já não se pode considerar «cedo» para falar do inicio da guerra em África ou da invasão de Goa.

O tempo está a começar agora, na segunda década do século XXI.
É agora que a História se vai começar a fazer.

E em nome da verdade histórica, será altura de começar a olhar para as vozes do passado, mesmo os documentários feitos pelo regime, como documentos históricos, que podem não dizer a verdade, mas que sem dúvida ajudam a entender o que se passou.

Isto claro, no que respeita a Angola e ao inicio da guerra.

Mas não podemos mesmo aí, meter toda a gente no mesmo saco, nem mesmo no que respeita ao MPLA. Há um MPLA de Agostinho Neto e há outro que o sucedeu, da atual corja. Para estudar a corja de criminosos angolanos, terá que passar mais tempo.
Lembro que Ouari Boumediene da Argelia foi tratado em Moscovo, de doença incurável (foi enviado para a Argélia já inconsciente para morrer). Pouco tempo depois a mesma coisa aconteceu com Agostinho Neto.
Neto, morreu na capital russa, o seu cadáver foi transportado como uma bola de ping-pong  entre Moscovo e Luanda, porque se achava que o corpo tinha sido trocado pelos russos.
A explicação oficial dos soviéticos, foi a de que Agostinho Neto tinha sido enviado para Luanda sem óculos. Por causa disso, os angolanos devolveram o cadáver para que os russos lhe colocassem os óculos e o voltassem a enviar para Luanda.

Os dois líderes, tinham dúvidas sobre a vantagem de alinhar os seus países com a União Soviética. Boumediene, chegou mesmo a enviar cartas nos melhores termos para o presidente americano (cartas recentemente desclassificadas).

Mas sobre os acontecimentos dos finais dos anos 70, temos que esperar por 2028, para começar a contar a História.
Nem sequer podemos tecer comentários à guerra em Angola, considerando os angolanos que hoje estão no poder, porque os que lutaram contra Portugal foram mortos. E não foram mortos pelos portugueses.

Se os russos tiverem morto Boumediene e Agostinho Neto (e eu não estou a afirmar que o fizeram, estou a apontar factos e circunstâncias), porque não poderiam ter morto Amilcar Cabral e Eduardo Mondlane ?
Este último, claramente tinha o apoio da América.
Teriamos então uma guerra na África portuguesa, em que os principais líderes da resistência teriam de fato sido mortos não pelos portugueses, mas pelos seus supostos amigos...

A tese do assassinato de Cabral pela PIDE tem-se esboroado. Agora até os mais resistentes já afirmam que a PIDE se aproveitou das divisões internas dentro do PAIGC. No caso de Moçambique teremos que esperar mais tempo. No caso de Angola, a coisa é ainda mais complicada, porque Neto foi morto depois da independência.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 3930
  • Recebeu: 587 vez(es)
  • Enviou: 446 vez(es)
  • +23/-4
Re: Documentários sobre conflitos militares do século XX
« Responder #8 em: Abril 24, 2017, 11:41:57 am »
É quase século XX...  ;)

http://www.areamilitar.net/HistBCR.aspx?N=38
Citar
Em 24 de Abril de 1898, na sequência de um «ultimatum» norte-americano exigindo a retirada das forças espanholas da ilha de Cuba, a Espanha declara guerra aos Estados Unidos.

O conflito, que duraria aproximadamente oito meses foi a primeira grande vitória militar dos Estados Unidos sobre uma potência europeia.

Os problemas entre os Estados Unidos e a Espanha, existiam desde havia anos, com os norte-americanos a tomar posições favoráveis aos movimentos independentistas cubanos. Em 1894, 90% das exportações de Cuba (especialmente açúcar) era controlada por empresas americanas, que também vendiam para Cuba 40% de tudo o que a província comprava.

Desde 1868 e até 1878 tinha havido um conflito pela independência que a Espanha tinha controlado e a Espanha aceitou dar mais autonomia para um governo regional da provincia de Cuba como uma região autónoma da Espanha, sem ser formalmente independente. Em 1886 foi abolida a escravatura em Cuba. Mas grupos de cubanos nos Estados Unidos continuaram a defender a independência do território.

No inicio de 1895, forças cubanas vindas dos Estados Unidos iniciam uma insurreição, com vista a expulsar as forças espanholas e a garantir a independência de Cuba. A insurreição, que começou a 24 de Fevereiro de 1895 controlará partes do sul de Cuba. As forças do governo tentaram criar uma linha defensiva entre Jucaro na costa sul e os pântanos da região de Moron na costa norte, tentando assim isolar o leste do oeste de Cuba.



Cumprimento
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

 

Interesses económicos Vs Interesses de Militares

Iniciado por CabecinhasQuadro Portugal

Respostas: 3
Visualizações: 1654
Última mensagem Junho 28, 2008, 12:21:14 am
por Cabecinhas
Polícias Militares e Polícias Civis Brasileiras

Iniciado por Vitor SantosQuadro Forças de Segurança

Respostas: 41
Visualizações: 10265
Última mensagem Novembro 07, 2017, 11:37:40 pm
por Vitor Santos
Militares "ousados" passearam no Rossio

Iniciado por Cabeça de MarteloQuadro Portugal

Respostas: 11
Visualizações: 3988
Última mensagem Abril 11, 2007, 03:47:41 pm
por ricardonunes
Sobre a "morte" de Sócrates

Iniciado por papatangoQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 24
Visualizações: 3260
Última mensagem Fevereiro 27, 2010, 11:29:38 pm
por Luso
Livro "Berliet, Chaimite e UMM - Os Grandes Veículos Militares Nacionais"

Iniciado por Pedro MonteiroQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 3
Visualizações: 170
Última mensagem Novembro 09, 2017, 11:52:41 pm
por Pedro Monteiro