Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais

  • 149 Respostas
  • 55222 Visualizações
*

Carlos Rendel

  • 187
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #135 em: Agosto 13, 2010, 03:17:12 pm »
RIVALIDADES

O acontecimento contado pelo nelson seria quase banal não fôra a gravidade de que se

revestiu.Desde sempre houve despiques entre diferentes armas,ou companhias ou pe-

lotões. Bastava uns copos a mais e lá estava o caldo entornado,um nariz partido e dois

dentes a rolar no chão.Mas com 2 mortos contabilizados é deplorável,nunca ouvi falar

nisso.   Aqui fica um abraço para o sold.paraq. da BA12,                            CR



   
Citar
A primeira de todas as forças que dirigem o mundo é a mentira-Jean François Revel

         Ainda o 25/4
   
    Julgo ser ainda cedo para fazer a fotografia de corpo inteiro ao 25/4.Faltam elos fundamen-

    tais da cadeia,que só serão revelados quando esta geração desaparecer e os arquivos das

    grandes potências forem tornados públicos.Nessa altura aparecerá um historiador que pública-

    rá uma obra com o título "o 25 de abril, como na verdade aconteceu"  ou outra designação

    qualquer, que pouco terá a ver com o que sabemos hoje - ou julgamos saber.

    Refiro-me óbviamente ao jogo de bastidores das grandes potências e às suas 5ªs colunas

    (leia-se serviços de inteligência).Acabo chamando a atenção para a frase de  J.F. Revel

    que bem sintetiza o "stato quo" actual.

    Por mim ponho ponto final neste tópico,salvo no caso de aparecerem novos dados

    fidedignos.                                                                                                C.R.
CR
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13644
  • Recebeu: 556 vez(es)
  • Enviou: 607 vez(es)
  • +39/-10
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #136 em: Agosto 13, 2010, 04:31:03 pm »
Citação de: "nelson38899"
Citar
RIVALIDADES

Estamos ao largo de Bissau e recordo-me de se falar em Lisboa de um dos que para mim foram os mais horrendos momentos das guerras de África. A luta entre fuzileiros e pára-quedistas.

Mas passo a contar, com mais alguns pormenores, porque aquilo que se sabia em Portugal, era pouco ou quase nada, dado o medo de que a ouvir estivesse uma das orelhas da Nação, vulgo informadores.

Em meados de 1968, por Bissau jogava-se um torneio de andebol que, entre outras equipas tinha como favoritas ao troféu, a UDIB (constituída maioritariamente por fuzileiros e Armada) e o ASA (na qual pontificavam elementos pára-quedistas e Força Aérea). Depois de eliminadas as restantes equipas,ficaram estas duas como era habitual noutros anos para disputar a final.

De notar que anteriormente havia uma salutar convivência entre estas duas Forças Especiais o que, como se verá a seguir, parece que não agradava aos superiores interesses dos oficiais generais, ou queriam estes sobressair nos seus “actos heróicos de gabinete” através das façanhas dos seus comandos que no mato detinham mais derrotas que vitórias, a maioria delas, por culpa desses mesmos “génios de gabinete”.

Ao longo do torneio os ânimos foram aquecendo, sempre com a condescendência e por vezes aquiescência dos superiores, dizendo melhor, alimentada por estes de tal forma que no próprio dia da final, em ambos os quartéis, as claques partiram para o recinto de jogo mais moralizadas para a violência
do que para assistir a um jogo de amizade.

Armados de tudo o que fosse possível, paus, correntes, ferros, etc..., lá seguiam em enormes grupos. Não chegou o jogo ao seu final, pois antes do apito do árbitro, as duas facções envolveram-se à pancada, quais inimigos fidagais. Já fora do recinto e a caminho dos seus quartéis, os páras foram surpreendidos pelos fuzos, que carregaram sobre eles com armas de fogo. Resultado da contenda: dois pára-quedistas mortos, o Ismael e o Marques.


OBSERVAÇÃO:
Este texto foi retirado de um livro « NIASSA o cagalhão flutuante de seu autor Hica, capítulo 5, publicado na Internete.
Como devem compreender desconheço a verdade dos factos aqui relatados pelo autor.
Quem desejar posso enviar-lhe todo o conteúdo do livro por e-mail – é pequeno

fonte: luismoreira
pára-quedista (http://www.umboinaverde.com.pt/forum/index.php?topic=376.msg90575;topicseen#new)


Conhecia esta história e até falei com um veterano da minha tropa acerca disto. No geral havia uma certa rivalidade entre os Comandos e os Pára-quedistas em Angola e entre os Fuzileiros e os Pára-quedistas na Guiné. É engraçado, mas no meu tempo a força mais respeitada (pelo menos era como nos davam a entender) em Tancos no meu tempo eram os Fuzos. Provavelmente porque eram os Fuzos do DAE que lá iam tirar o curso de Pára-quedismo e esses não são qualquer um...
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13644
  • Recebeu: 556 vez(es)
  • Enviou: 607 vez(es)
  • +39/-10
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #137 em: Outubro 26, 2010, 02:08:22 pm »
Uma história que acabou bem:

 :arrow: http://especialistasdaba12.blogspot.com ... sente.html

Isto é que é ter sorte... :lol:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3926
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 219 vez(es)
  • +7/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #138 em: Fevereiro 05, 2011, 11:38:45 am »
Citar
Como foi notícia o início da Guerra há 50 anos

Apesar de tudo o que se passou de lá para cá, fez esta semana 50 anos do principio do fim do nosso império!
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

xpto49

  • 8
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #139 em: Fevereiro 13, 2011, 11:20:25 pm »
Tive conhecimento deste incidente já muito depois de regressar de Moçambique, aliás o que acima está descrito não é mais do que o culminar de uma rivalidade que há muito se arrastava, chegando anteriormente a haver “emboscadas” de parte a parte, onde resultava umas cabeças rachadas e ou uns braços partidos.

Quem me relatou este trágico incidente foi um camarada que esteve envolvido nos referidos acontecimentos.

Em Moçambique, a rivalidade que existia entre as ditas tropas especiais, era entre nós (pára-quedistas) e os comandos. Que me lembre sempre nos demos bem com os fuzos, talvez porque os fuzos estavam apenas restringidos a Montepuez e faziam a Zona do Niassa, para além de uma ou outra operação conjunta (isto se a memória não me atraiçoa e que eu tenha conhecimento), enquanto nós e os comandos batíamos zonas de intervenção comuns.

Lembro-me de uma das várias em que estive em Tete, ter havido confrontações entre as alguns elementos das referidas tropas na própria cidade, em que em determinada altura alguém andou a rebolar bidões de alcatrão a pela ruas a baixo e até, onde não faltou rebentamento de granadas.

Já agora para o Papatango, gostaria de saber porque quando te referes a Tete dizes “no Tete” quando para mim o correcto seria “em Tete”, agradeço a tua explicação, até porque por aquilo que eu tenho lido aqui no fórum mostras saber dos assuntos que abordas.

Nota: Peço desculpa a todos pelo meu texto não obedecer ao novo acordo ortográfico, mas eu não não acordei nada e estou contra.
QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM
 

*

Lusitanian

  • 283
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #140 em: Fevereiro 15, 2011, 12:21:56 am »
Citar
Nota: Peço desculpa a todos pelo meu texto não obedecer ao novo acordo ortográfico, mas eu não não acordei nada e estou contra.

Amigo, até lhe faço uma vénia por essa nota  :mrgreen:  ;D
Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce.
Por Portugal, e mais nada!
Tudo pela Nação, nada contra a nação!
 

*

Fuzu 95

  • 2
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #141 em: Abril 12, 2011, 11:58:16 pm »
Citação de: "Lusitanian"
Citar
Nota: Peço desculpa a todos pelo meu texto não obedecer ao novo acordo ortográfico, mas eu não não acordei nada e estou contra.

Amigo, até lhe faço uma vénia por essa nota  :mrgreen:  ;D
:Palmas:  :Palmas:
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 7643
  • Recebeu: 495 vez(es)
  • Enviou: 687 vez(es)
  • +27/-1
    • http://youtube.com/HSMW
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

gaia

  • 54
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #143 em: Maio 01, 2011, 10:57:53 pm »
Foi um grande general , talvez o melhor da guerra colonial, estratega da grande vitória na frente leste.
 

*

Portucale

  • Membro
  • *
  • 182
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #144 em: Maio 06, 2011, 11:59:52 pm »
Pelas informações que existem foi um Homem que serviu muito bem no Ultramar.
Apesar de não ser muito conhecido esteve um alguns dos mais importantes sucessos do Exército em Angola, nomeadamente no Leste.
Eis aqui
quase cume da cabeça da Europa toda
O Reino Lusitano
onde a Terra se acaba
e o Mar começa.

Versos de Camões
 

*

Cris1234

  • Membro
  • *
  • 1
  • +0/-0
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #145 em: Maio 24, 2016, 02:13:33 pm »
Boa tarde,

Este fim de semana durante a visita ao museu do ar tomei conehcimento do livro "O cagalhão flutuante" algume me poderia indicar como adquirir?

Obrigada
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 1228
  • Recebeu: 369 vez(es)
  • Enviou: 168 vez(es)
  • +29/-4
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #146 em: Maio 24, 2016, 07:28:01 pm »
Boa tarde,

Este fim de semana durante a visita ao museu do ar tomei conehcimento do livro "O cagalhão flutuante" algume me poderia indicar como adquirir?

Obrigada

Mais um para entrar na realidade da altura, década 60/70 do então paquete Niassa, navio em que embarquei para Moçambique em 1969.
Boa leitura.

http://nanamue.com/remos_downloads/niassa.5.pdf

Serve ?
Se queres mesmo um original não te posso ajudar ! :conf:

Abraços
« Última modificação: Maio 24, 2016, 07:38:37 pm por tenente »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 7596
  • Recebeu: 224 vez(es)
  • Enviou: 150 vez(es)
  • +12/-3
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #147 em: Agosto 02, 2017, 12:31:00 am »
 

*

asalves

  • Membro
  • *
  • 20
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-1
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #148 em: Setembro 29, 2017, 12:16:34 am »
Boas não sei se será o sitio ideal mas encontrei este artigo que me parece interessante.
Provavelmente até é depois na Guerra Civil mas como não havia topico melhor, aqui vai.

http://englishrussia.com/2017/08/28/soviet-officers-fighting-war-in-angola
Citar
It’s no wonder the Soviet state was helping some sides in the Angola war. Here are some photos of Russian veterans from their private albums. Rarely seen private photos of Soviet pilots, tank commanders and other officers who fought on Angolan ground.

No final da pagina tem um botão horizontal grande para saltar para outra pagina, são acho que 5
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 7643
  • Recebeu: 495 vez(es)
  • Enviou: 687 vez(es)
  • +27/-1
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Guerra Colonial: Experiências/Testemunhos Pessoais
« Responder #149 em: Setembro 29, 2017, 12:45:49 am »
Citar
“We were sent to Angola to advise, not to fight. However I would lie if I say that we were sending Angolan pilots to the attacks they were not ready to handle yet. We were performing these tasks ourselves, or as sidekicks with them”.

Citar
Officially it was considered that Soviet officers were not participating in the war. This is what was stated in UN sessions by the Soviet side. “However I was participating at least in 134 days of hot war”, remembers another Russian officer.

Muito interessante!  :G-beer2:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

 

"A Guerra" - RTP1

Iniciado por LanceroQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 41
Visualizações: 13996
Última mensagem Abril 26, 2008, 01:23:32 pm
por lurker
A guerra com o Iraque foi um "erro estratégico"

Iniciado por Tiger22Quadro Conflitos do Presente

Respostas: 7
Visualizações: 2516
Última mensagem Maio 04, 2004, 03:16:28 pm
por Guilherme
"Memórias da Guerra - 1961-1974"

Iniciado por LanceroQuadro Conflitos do Passado e História Militar

Respostas: 11
Visualizações: 26450
Última mensagem Junho 15, 2007, 04:28:40 pm
por Lancero
"Portugal em tempo de guerra" - CONTEX/PHIBEX

Iniciado por Ricardo NunesQuadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 4
Visualizações: 2955
Última mensagem Setembro 26, 2004, 12:00:40 am
por Fábio G.
Filme sobre porque estamos em Guerra e sobre o Islao

Iniciado por MiguelQuadro Conflitos do Presente

Respostas: 1
Visualizações: 1295
Última mensagem Janeiro 13, 2009, 01:50:44 pm
por RODIAS