Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10
1
Armadas/Sistemas de Armas / Re: Royal Navy
« Última mensagem por perdadetempo em Hoje às 04:38:45 pm »
Citar
ussian Military Hits Back Over Fallon's Jibe (excerpt)
(Source: Reuters; published June 29, 2017)
By Dmitry Solovyov
Russia's defense ministry snapped back on Thursday over comments by British Secretary of Defense Michael Fallon who mocked Moscow's aircraft-carrying cruiser and said the Russians would look with envy on Britain's new warship.

Fallon's comment exposed his "utter ignorance of naval science," ministry spokesman Igor Konashenkov said, and dismissed Britain's HMS Queen Elizabeth carrier as "a convenient oversized target at sea".

"When you saw that old, dilapidated Kuznetsov sailing through the Channel a few months ago, I think the Russians will have looked at this ship with a little bit of envy," British media quoted Fallon as saying this week.

Fallon was referring to Russia's Soviet-era Admiral Kuznetsov and comparing it to HMS Queen Elizabeth, Britain's most advanced and biggest warship which set out on its maiden voyage from its dock in Scotland on Monday.

"These ecstatic statements ... about the supremacy of the beautiful exterior of the new aircraft carrier over the Russian aircraft-carrying cruiser Admiral Kuznetsov expose Fallon's utter ignorance of naval science," Konashenkov said in a statement.

Fallon unnerved Russia's military in January by dubbing the mammoth Russian cruiser "a ship of shame" as it passed through waters close to the English coast on its way back from bombing raids in Syria. (end of excerpt)


Click here for the full story, on the Reuters website.


(EDITOR’S NOTE: Given that the UK doesn’t have any fixed-wing aircraft to put on the HMS Queen Elisabeth, and that none will be available before 2023 unless the US Marine Corps decides to ship aboard, Russia’s response to Fallon’s jibe was remarkably civil, given that many have derided Britain having spent £6 billion on what are, for now, the world’s biggest helicopter carriers.)

http://www.defense-aerospace.com/article-view/release/184902/f_35-reliability-getting-worse%2C-risking-increase-to-operating-costs.html

http://www.reuters.com/article/us-russia-britain-aircraft-idUSKBN19K0XT

2
Forças de Segurança / Re: Ingresso na Polícia Judiciária
« Última mensagem por h.gon87 em Hoje às 04:32:22 pm »
Boas tardes. Alguem aqui tem algumas noções que possa facultar sobre o que é pertencer à classe de Segurança do Grupo de pessoal de Segurança da Policia Judiciária. Quais os tipos de Funções, opiniões , experiências, remuneração, tudo o que poder ajudar a perceber em que consiste. Obrigado.


Com os melhores cumprimentos,

Hugo Gonçalves
3

Mig-29 e F-14. IRIAF
4
MAFRA – ESCOLA DAS ARMAS - “CONSTRUÇÃO DE ZONA HABITACIONAL DE TIPOLOGIA DO MÉDIO-ORIENTE NO COMPLEXO DA ALDEIA DE CAMÕES”.

http://www.base.gov.pt/base2/rest/documentos/224008
5
Aquisição de 10 (dez) Para-quedas Asa com Acessórios (HAHO HALO) para a FOEsp.

http://www.base.gov.pt/base2/rest/documentos/244361
6
Exército Português no ForumDefesa.com / Re: Notícias do Exército Português
« Última mensagem por Lightning em Hoje às 01:42:12 pm »
A vergonha continua...

Já se sabe que com o fim do SMO não há tanta gente como antigamente para a segurança, instalem um sistema CCTV, não é preciso inventar a roda.
8
Exército Português no ForumDefesa.com / Re: Notícias do Exército Português
« Última mensagem por Crypter em Hoje às 12:03:32 pm »
A vergonha continua...

Citar
Granadas de mão e munições roubadas em Tancos

Um dos paióis foi arrombado e desapareceu um número indeterminado de granadas.

Foram roubadas granadas de mão ofensivas e munições de calibre 9 milímetros dos Paióis Nacionais de Tancos. Segundo apurou a Renascença, o incidente foi detectado ao final da tarde de quarta-feira.

O desaparecimento foi detectado durante uma patrulha de rotina, refere fonte do Exército.

Em comunicado, o Exército confirma que foi detectada “a violação dos perímetros de segurança dos Paióis Nacionais de Tancos e o arrombamento de dois ‘paiolins’”.

Um dos paióis foi arrombado e foi daqui que foi roubado um número indeterminado de granadas – que o Exército estima em perto de uma centena.

No local está a Polícia Judiciária e o incidente já foi comunicado ao Ministério Público.

“O Chefe de Estado-Maior do Exército, General Rovisco Duarte, informou SExa o Ministro da Defesa que acompanha o desenrolar das investigações”, refere ainda o comunicado.
http://rr.sapo.pt/noticia/87497/granadas_de_mao_roubadas_em_tancos?utm_source=rss
9
Conflitos do Presente / Re: Guerra contra o terrorismo
« Última mensagem por HSMW em Hoje às 09:25:17 am »

Forças especiais filipinas no combate ao estado islâmico.
10
Forças Aéreas/Sistemas de Armas / Re: FAB - Força Aérea Brasileira
« Última mensagem por Vitor Santos em Hoje às 03:50:19 am »
Operação Ostium



Citar
A Força Aérea Brasileira iniciou em 24 de março uma grande operação de combate a voos irregulares que ocorrem na fronteira, com o codinome Operação Ostium (Porteira em latim). Esta operação visa intensificar o controle do espaço aéreo no setor oeste-sul brasileiro com duração até o final do ano junto a fronteira com o Paraguai e Bolívia, notadamente países onde ocorre a maior parte de voos ilícitos de transporte de armas e drogas.

Serão quase oito mil km de fronteira vigiados compreendendo os estados de MS, PR e SC, e para isso a FAB deslocou para algumas cidades fronteiriças aeronaves que ficarão desdobradas enquanto durar a operação. Próximo de 450 aeronaves ilícitas foram interceptadas no ano passado, este ano a FAB pretende reduzir drasticamente esse número. Participam os esquadrões: Flecha (3º/3ºGAv) com aeronaves A-29; Poti (2º/8ºGAv) helicóptero de ataque AH-2 Sabre; Pantera (5º/8ºGAv) helicóptero de transporte e escolta H-60 L Blackhawk; Horus (1º/12ºGAv) com o VANT(Veículo Aéreo Não Tripulado) RQ-450; Guardião(1ºe 2º/6ºGAv) aviões de reconhecimento/alerta antecipado R-35AM/E-99; Pelicano (2º/10ºGAV) aeronave de busca e Salvamento SC-105 entre outras unidades auxiliares. Para suporte, foi deslocada para a região grande estrutura de apoio a operação como sistemas de comunicações por rádio, satélites e radares móveis. A maior parte foi transportada por carretas, outra por aeronaves C-130 da FAB exigindo um grande esforço logístico da FAB.

Campo Grande, Dourados e Corumbá no Mato Grosso do Sul, Chapecó em Santa Catarina, Cascavel e Foz do Iguaçu no Paraná foram as cidades escolhidas para o início da operação. Essa é a primeira operação com a nova estrutura de comando da FAB que passa por grande reorganização, informações e dados são repassados via link de satélite para o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília, onde decisões são tomadas no decurso da operação, em Dourados também há um centro de controle replicando informações para o comando das unidades na área.

FONTE: http://portaldefesa.com/ostiun/#!prettyPhoto













Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10