Batalhas e combates em campo aberto contra os espanhois 1071 -1476

  • 2 Respostas
  • 1313 Visualizações
*

figueira de serpe

  • Membro
  • *
  • 12
  • +1/-0
Vitorias dos portugueses



1071  Batalha Agua de Mayas
o conde portugues D. Rodrigo Frojaz venceu o exercito do rei D. Sancho de
Castela na famosa batalha de Agua de Mayas cerca de Coimbra ,saiu D. Rodrigo
Frojaz com os seus irmaos os Condes D. Pedro e D. Bermuiz e no campo que
chamam Agua de Mayas se deu uma cruel batalha entre portugueses e castelhanos
,os castelhanos foram derrotados e 600 foram degolados e entre eles o Conde
D. Fafes e outros fidalgos ilustres


1071  Batalha Santarem
venceram os portugueses com seu rei D. Garcia a Don Sancho rey de Castilha e lhe
prenderam em uma famosa batalha junto a Santarem ,deu-se a batalha em 1 campo
perto da vila e sendo horrorosa ,o foi mais quando os portugueses ganharam o
estandarte real ,ao que acodiu o rei D. Sancho de Castela ,mas ferido nos peitos
com uma lança que lhe deu Egas Gomes de Sousa caiu do cavalo e o prendeu o
portugues D. Rodrigo Frojaz


1111  Batalha Candespina
os Aragoneses e o Conde D. Henrique de portugal derrotaram as tropas Galegas
,Castelhanas e Leonesas na batalha de Candespina ( Espina ) cerca de Sepulveda ,
os derrotados eram comandados pelos Condes Gomez (Conde de Candespina) e
Pedro gonzales de lara ,Pedro ansurez ,Fruela diaz e Rodrigo munhoz ,morreu
Don Gomez gonzalez salvadorez ,novembro de 1111


1111  Batalha Astorga
os Aragoneses e o Conde D. Henrique de portugal derrotam os Galegos na
batalha de Astorga ou Viadangos ( Villadangos ) morreu D. Fernando de
osorio e ficou prisioneiro D. Pedro de trava ( Portugal e Espanha estas 2
nacoes tiveram alem de outros muitos recontros 14 batalhas campais que
foram as de : Candespina ,Astorga ,Valdevez ,Arganal ,Celorico ,Atoleiros ,
Trancoso ,Aljubarrota ,Valverde ,Toro ,Montijo ,S. Miguel ,Elvas e Ameixial


1128  Batalha S. Mamede
Batalha proximo de Guimarâes ,Afonso henriques derrota o exercito de
sua mãe e os Galegos ,em 24 julho ( The battle of S. Mamede )


1137  Batalha Cerneja
terceira invasao da Galiza ,Afonso Henriques derrota Fernâo peres de trava ,
D. Rodrigo veilaz conde de Sárria e outros nobres Galegos em Cerneja na terra
de Límia


1140  Batalha Valdevez
Afonso henriques derrota os Leoneses ,Castelhanos ,Aragoneses e Galegos e
7 Condes foram capturados como foi o Conde Poncio de cabreira


1187  Batalha Celorico
Portugal e Espanha ,estas 2 naçoes tiveram ,alem de muitos outros recontros 14
batalhas campais famosas e memoraveis como é a de Celorico ,D. Rodrigo mendo
de sousa venceu a 10ª batalha em Celorico da Beira contra D. Fernando de Leao
em 1187 ,fugiram os inimigos covardemente deixando todas as bagagens e
avultado numero de mortos e prisioneiros 


1187  Batalha Penhadeira
alcançam os portugueses uma notavel vitoria dos castelhanos ,em 1187 um poderoso
exercito castelhano entrou em portugal tomando varios castelos Beiroes ,quando
estavam ja em retirada foram surpreendidos por 1 pequeno exercito chefiados pelos
alcaides de Trancoso e Celorico da Beira que derrotaram os inimigos na batalha de
Penhadeira ,os portugueses de Celorico ,Guarda ,Trancoso ,Linhares ,Algodres e
Mesquitela derrotam o inimigo na Pedra Pinhadeira ( Monarquia Lusitana )


1336  Batalha Lepe
o portugues Gonsalo camelo com uma frota de 20 gales e 2 000 homens ataca a
costa da Andaluzia onde foi bem sucedido ,Gonçalo camelo saiu com a gente das
gales e saltou em terra e vencida a oposiçao da resistencia que nao foi pequena ,
porque o castelhano D. Nuno de portocarrero tentou evitar o desembarque dos
portugueses ,entrou Gonçalo camelo em Lepe que saqueou e destruiu após
combate


1337  Batalha Braga
1 000 homens de armas Galegos liderados por D. Juan de castro entra no Minho
até junto do porto e aí depararam-se com o exercito do Porto e os Galegos nao
aceitaram batalha e retiraram ,os portugueses com 1 400 homens perseguiram
os Galegos e a 2 léguas de Braga alcançaram-nos de surpresa na travessia de
1 ribeiro junto ao castelo de Nobrega ,ouve entre todos grande peleja e os
Galegos foram derrotados e retiram para a Galiza ,morreu D. Juan de castro
( combate Braga ,Lepe .. )


1370  Batalha Badajoz
( Como alguns fronteiros portugueses pelejaram com os castelhanos ) Gil fernandez
e Gonçalo mendez de vasconcelos foram correr a Badajoz ,do lugar saiu muita gente
de pe e de cavalo ,os portugueses conseguiram atrair a populaçao da vila inimiga
ao campo de batalha ,Lourencinho matou 1 grande fidalgo de Badajoz chamado
Fernam Sanchez e matou outro de Toledo ,os castelhanos se retiraram a Badajoz
e os portugueses ledos com a vitoria tornaram a Elvas (Crónica de D. Fernando )


1382  Combate Santos o Velho
20 de setembro derrota dos castelhanos na praia de Santos ,54 portugueses
pelejam contra 250 castelhanos na praia de Santos o Velho ,foram os castelhanos
derrotados e postos em fugida ,muitos castelhanos prisioneiros ,Nuno alvares
pereira ficou gravemente ferido 


1384  Batalha Portela do Homem
combate em Portela do Homem contra as tropas castelhanas que em 1384 invadiram
Portugal ,em 1384 durante a Guerra da Independência ,o Abbade de Bouro armou 600
vassalos e à testa deles desbaratou mais de 2 000 castelhanos ,apanhando-os de surpresa
num desfiladeiro da Portela do Homem ,(Chronica de Cister ,liv 5 ,cap 6 - tem este sucesso)


1384  Combate Alfaval
Pedro rodrigues com 60 peoes e 26 cavaleiros derrota os mestres de Alcantara e
Calatrava que traziam milhares de animais além da Serra d'Ossa ,Pedro rodrigues
fez-lhes uma  emboscada na dita serra no sitio de Alfaval e atacou com tanta
violencia que no inicio mataram os portugueses logo 5 cavaleiros castelhanos
e feriram 53 peoes ,123 castelhanos entre prisioneiros e mortos


1384  Batalha Atoleiros
portugal 1 400 homens
castela 5 000


1384  Batalha Leça
Exercito Portuense : 1 000 lanças ,800 besteiros e 5 000 peoes ( Joao Ramalho ) .
Exercito Galego : 2 000 peoes e 700 lanças liderados pelo arcebispo de compostela .
,mal a refrega teve inicio ,os besteiros do porto atacaram impediosamente ,os
galegos assustaram-se e nao tiveram duvidas ,esta batalha nao podia ser ganha ,
e se puseram em retirada ,nao houve grande combate ,o arcebispo de Braga com uma
 pequena hoste marchou ao encontro dos Galegos e num ataque de supresa desbaratou
 1 troço de lanças e ficou  prisioneiro Afonso de zamora ,um dos chefes da hoste


1384  Batalha Maceira das Porcas
Gil fernades com 120 cavalos e 400 infantes entra em Castela e depois de roubar
gado em Jerez ,recolhendo-se para portugal lhe sairam ao encontro os moradores
daqueles lugares vizinhos com os de Jerez que por todos seriam 300 de cavalo com
muita infantaria e alcancaram os portugueses na serra das Porcas e os cercaram em
1 lugar chamado Maceira das porcas ,Gil fernandes atacou os castelhanos com tanta
força que os desordenou e os pos em fugida


1384  Combate Alperraião
D. Nuno alvares pereira passou por Punhete e recebeu a informação de que 1
grupo de Castelhanos havia de passar por ali perto com muitas coisas roubadas
e D. Nuno alvares pereira contente foi esperá-los na ribeira de Alperraião e
infligiu-lhes pesadas perdas ( julho )


1385  Batalha Trancoso
os castelhanos liderados por Juan rodriguez castanheda e Pedro suares de Toledo
entram em Viseu e Celorico e retirando com grande presa de gado foram atacados
pelos nobres portugueses da Beira que eram Martim vasques da cunha e Gonsalo
vasques coutinho que com 300 cavaleiros e cerca de 1 000 lavradores derao batalha
e vencerao a 600 cavaleiros e 2 000 castelhanos de pe ,morreram os 2 capitaes
castelhanos


1385  Combate Santarem
1385 ,Alvaro gonçalves de sandoval com uma porçao de cavalaria peleja com os nossos ,
travou-se a briga de ambas as partes porfiada ,os castelhanos pelejavam pelas vidas
e os portugueses pela vitoria ,se mostrou por largo espaço igual a peleja ,D. Nuno
alvares pereira se meteu por entre as lanças inimigas com golpes tao pesados que
os obrigou a retirar ,deixando no campo 2 mortos ,levarao alguns feridos que
maldiziao o nosso esforço ,afirmavao eles que os portugueses eram invenciveis
ou se achavao assistidos de auxilio superior de Deus ,inimigo retira á sombra dos
muros de Santarem


1385  Batalha Aljubarrota
Portugal com 6 500 homens
castela 31 000


1385  Batalha Magacela
entre Magacela e Villanueva da la serea teve D. Nuno alvares pereira 3º encontro
 com o mestre de Alcantara ,foram os portugueses demandar a ribeira de Magazella
aqui intentou o mestre de Alcantara Martim annes de barbuda fazer-nos oposiçao
com 1 corpo de 900 lanças ,mas com o mesmo sucesso dos primeiros porque foram
derrotando os castelhanos e desamparam a serra de Magacela (Magazzella)   


1385  Batalha Valverde
D. Nuno alvares pereira com 6 800 homens entra em Castela e derrota os mestes de
Santiago D. Pedro muniz de godoy ,o mestre de Calatrava D. Gonçalo nunes de
guzman ,o mestre de Alcantara D. Martim de barbuda e o conde de Niebla D. Juan
afonso de guzman que tinham cerca de 33 000 homens ( 10 000 exercito e 20 000
camponeses ) ,4 000 castelhanos mortos e 29 000 fugiram ,o mestre de Santiago
D. Pedro muniz de godoy foi morto ,os portugueses lhe cortaram a cabeça


1385  Batalha Chança
vitoria de Chança ,Antao vasques de almada entra em castela com 400 infantes
(300 Eborenses e 100 soldados) ,20 besteiros ,15 homens de armas e 40 ginetes
e derrotou 800 castelhanos nas margens da ribeira de Chança ,mortos 260
castelhanos e presos 140 ,Antao vasques se retira a Serpa com 1 000 porcos ,
4 000 vacas e 5 000 ovelhas ( livro: Memorias para a historia de portugal que
comprehedem o governo del rey D. Joao o I - Tomo segundo ,pagina 269 )


1388  Combate Badajoz
Antao vasques de almada foi com algumas tropas buscar os inimigos ,sairam os
inimigos a pelejar com os nossos e travou-se a peleja que durou largo espaço e os
castelhanos foram cedendo o campo e retirando sempre com os olhos nos nossos ,
custou-nos a vitoria Antao vasques de almada que morreu de uma lança


1388  Combate Albuquerque
Martim afonso de mello com 60 cavalos foi correr Albuquerque e ficou de emboscada
 meia légua da cidade e derrotou os castelhanos liderados por Garcia gonçalves de
grijalva e muitos morreram e poucos escaparam de feridos ou prisioneiros ,tivemos
esta vitoria sem perder 1 só soldados ,Martim afonso de mello foi ferido na mao


1387  Combate Benavente
3 de abril ,amanheceu a nossa gente em torno da vila de Benavente ,governava
Benavente Alvar pérez de osorio fidalgo Leones com 600 castelhanos e outros muitos
cavaleiros e gentes de armas de França e pelejaram logo com os que chegavam contra
a vila de Benavente ,tentou ele a fortuna em campo aberto e tirados os soldados saiu
a pleitear-nos os passos ,mas depois de alguns recontros se recolheram lastimados
do nosso ferro ,estas vitorias custou-nos algum sangue


1387  Batalha Zamora
sairam os castelhanos a tolher-nos as correrias e postos frente a frente esperaram
os castelhanos ser acometidos ,o Condestavel mandou invetir o inimigo e cerrou
com os castelhanos ,que superiores no numero e no sitio sustentaram o posto largo
espaco ,os inimigos por nao ficarem devendo nada ao valor ,procuravam vencer ou
acabar vingados ,ate que nao podendo sofrer golpes tao pesados ,nos foram deixando
o campo e a vitoria ( nao achamos em nossas escrituras celebrada esta vitoria com
os elogios de que se fizeram benemeritos tao famosos soldados )


1397  Combate Caceres
saiu da vila de Caceres 40 cavalos inimigos a picarnos a retaguarda ,30 dos nossos
sairam a pelejar com eles ,os castelhanos dos muros de Caceres vendo o valor dos
nossos foram engrossando os seus com socorros ,D. Nuno alvares pereira acudiu e
os inimigos voltaram em desordenada fugida já bem sangrados do nosso ferro e
seguiram os nossos o alcançe até ás portas da vila ( dezembro )


1398  Batalha Burguillos
Nuno alvares pereira foi a Burguillos e mandou Martim afonso de melo com 600
lanças a saquear ,em Burguillos ja estavam alguns milhares de castelhanos ,neste
tempo chegou Martim afonfo de melo com gado e prisioneiros ,os castelhanos de
Burguillos sairam da vila e atacaram a nossa tropa ,Nuno alvares pereira saiu
com os seus do arraial e travou-se uma grande peleja ,foram os castelhanos
derrotados ,deixando prisioneiros ,custou-nos a vitoria alguns soldados


1399  Batalha Águas de Mel
os portugueses de Serpa com 200 homens entram em Badajoz e infligiram uma
severa derrota ás milicias de Aroche e Fregenal lideradas por Diego garcia de
bales e Pedro ponce de leon de marchena e outros que por todos os castelhanos
seriam 800 infantes ,100 besteiros ,60 ginetes e 300 lanças ,passaram os nossos
a ribeira de Águas de Mel e áquem da ribeira fizemos alto e dando-se batalha ,
foram os castelhanos derrotados com morte de 266 homens e 12 prisioneiros


1400  Batalha Evora alcance
a 2 500 metros a oeste da vila de Mourâo está a capela de N. Senhora do alcançe ,
D. Nuno alvares pereira pelos ano de 1400 em memoria de alcançar neste sitio um
grande triunfo contra os castelhanos ,deu o titulo de Santa Maria de Evora alcance
 por ter saido de Evora em perseguiçao do inimigo e o ter alcançado neste lugar ,a
batalha via-se pintada na parede do alpendre da capela ,no sitio do Alcance foram
obtidas 2 victorias sobre os Castelhanos : uma em 1400 e outra em 1476


1469  Batalha Framela
saiu Pedro Madruga de Portugal com 1 exercito misto de Portugueses e Galegos e
entrou pelo sul da Galiza e no seu caminho a sua marcha foi detida pelos Galegos
de Tuy ,Orense e do Arçebispo de Santiago ,Pedro Madruga á frente de 100 lanças
e 2 000 peões junto ao Castro da Framela derrotou a 5 000 Galegos (Hermandinos)


1469  Batalha Almaciga
Pedro Madruga passou o Lerez e se uniu com Fonseca II e Pimentel em Compostela ,
Pedro Madruga ,Fonseca II e Pimentel com cerca de 5 000 homens entre portugueses
,castelhanos e galegos no monte Almaciga (Amáciga) venceu a 10 000 Hermandinos
comandados por Pedro Osorio ,Pedro Madruga tinha arcabuzes e 300 lanceiros de
primeira categoria ,os Hermandinhos foram perseguidos pelos portugueses e Pedro
Madruga mandou matar todos os prisioneiros ( Galicia Feudal ,pagina 409 )


1475  Batalha Arevalo
Alvaro de Bragança e o Conde de Faro derrotam o castelhano Juan de silva
Conde de Cifuentes que foi feito prisioneiro ,o Conde de Cifuentes encontrou-se
com os portugueses perto da vila de Arevalo e foi derrotado com bastante perda
e fugiu para Olmedo ( escaramuças em territorio de Arevalo )


1476  Batalha Evora alcançe
Diogo de Castro ,Diogo da silva de meneses ,D. Joao de sousa e Garcia de meneses
com 480 lanças derrotam o castelhano Afonso de cardenas comendador mor de Leao
que tinha 2 000 lanças ,está hoje no sitio desta vitoria uma ermida de N. senhora com
a invocaçao de S. Maria do Odigebe alcançe (outros dizem : Evora alcançe ) ,no sitio
do Alcançe foram obtidas 2 victorias sobre os Castelhanos : 1476 e outra em 1400
(livro : A batalha de Toro volume II - sumario das principais ocorrencias militares)


1476  Batalha Tenorio
Pedro Madruga vence com ajuda de Portugueses e Holandeses a Alvaro Alfonso
de Figueroa ,Pedro madruga cerca o castelo de Tenorio ,Alvaro de Figueroa
acudiu em defesa do castelo com 3 000 homens e se pos em marcha ate Tenorio ,
Pedro Madruga tinham 1 000 soldados velhos e 78 arcabuzeiros estrangeiros e
lhe saiu ao encontro ,travou-se a peleja entre as pontes de Bora e Tenorio ,os
Galegos foram derrotados e Figueroa retirou a Vigo ( Cronica e Historia de
Pontevedra )



existe outras vitorias como em Badajoz 1381 ,emboscada na corte de Oliveira em 1384 ,
Lisboa 1384 ,Villalobos 1387 ..
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4484
  • Recebeu: 729 vez(es)
  • Enviou: 522 vez(es)
  • +31/-11
Re: Batalhas e combates em campo aberto contra os espanhois 1071 -1476
« Responder #1 em: Abril 06, 2017, 10:07:26 am »
http://www.areamilitar.net/HistBCR.aspx?N=14
Citar
A batalha dos Atoleiros (actual municipio português de Fronteira, distrito de Portalegre, a cerca de 60Km da fronteira com Castela), ocorrida em 1384, durante a crise dinástica de 1383-1385 foi a primeira da série de batalhas em que Portugal vence as forças do Reino de Castela.

Em 1384, o pretendente ao trono D. João, mestre de Avis, tem a seu lado o condestável, D. Nuno Álvares Pereira, chefe militar português que tem sobre o seu comando uma força de 1,200 homens de pé, dos quais 100 besteiros e 300 lanças (cavalaria ligeira e pesada).

As forças castelhanas invasoras, contam com um efectivo de aproximadamente 5,000 homens.

A batalha dos Atoleiros, constituiu na peninsula ibérica a primeira e efectiva utilização das novas técnicas de defesa, utilizadas por forças apeadas em inferioridade numérica, perante uma cavalaria pesada muito superior. A mais conhecida destas será conhecida como técnica do quadrado.

As forças portuguesas chegaram primeiro, o que acabaria por se demonstrar determinante, pois o condestável D.Nuno Alvares Pereira pode dispor as forças como melhor lhe aprouve.
A cavalaria portuguesa (300 cavaleiros) combateriam a pé, estabelecendo linhas de defesa fléxiveis, que permitiam o envolvimento da cavalaria pesada inimiga.

Na vanguarda, as forças portuguesas colocaram as suas lanças no chão, numa posição defensiva do tipo «ouriço» destinada a destruir a cavalaria inimiga.


Quando as tropas castelhanas chegaramao campo de batalha, não viram homens a cavalo e por isso decidiram que a melhor forma de vencer os portugueses seria com uma rápida carga de cavalaria pesada.
A opção castelhana acabaria por demonstrar ser um erro fatal.

Colocando de parte os homens a pé e mesmo a cavalaria ligeira (ginetes), os castelhanos atacaram exclusivamente com a cavalaria pesada.

Normalmente um ataque de cavalaria pesada, consegue romper com facilidade as linhas da infantaria, mas se estas conseguem aguentar, ou se estão organizadas para agir com flexibilidade (recuando para depois voltar a formar a linha), então a carga de cavalaria pode ser detida, e com grande perda para a força atacante.

E assim foi. Durante o periodo de uma hora, a partir do meio dia ocorreram quatro ataques consecutivos da cavalaria pesada castelhana, com o mesmo resultado e com perdas crescentes por parte dos atacantes.

Os castelhanos avançaram sobre uma força que consideravam que seria facil de derrotar, e foram espetar-se nas lanças portuguesas, ao mesmo tempo que eram atacados pela força de besteiros, a qual, protegida pelas primeiras linhas de defesa, podia atacar o inimigo.

Os quatro ataques foram rechaçados e como noutros lugares, as próprias vitimas castelhanas caídas no chão serviram como obstaculo a novos avanços, que resultaram na completa desorganização das tropas castelhanas, que depois de desorganizadas foram tomadas pelo pânico e começaram a fugir em todas as direcções, sendo perseguidas ao longo de todo o resto do dia pelas forças de D. Nuno Alvares Pereira, que lhes deu caça até à distância de cerca de sete quilometros do local da batalha durante a tarde.

Nem mortos nem feridos do lado português
Uma das mais curiosas notas da batalha, é que embora as forças de Castela tenham Sofrido perdas muito elevadas, principalmente com muitos mortos entre a cavalaria pesada (que era a força castelhana mais importante) do lado português não ocorreu uma unica morte, nem se registaram feridos.

Este facto só por si, para a realidade da idade média era já de si importante, porque para um ambiente extremamente condicionado pela religião, a não existência de mortos ou feridos era vista como um prova de que o lado português tinha o apoio de Deus.

É no entanto dificil acreditar que numa refrega entre cavalaria pesada e forças de infantaria não houvesse perdas do lado português.

Consequências
Assim, a partir de aí tornou-se mais facil às hostes do Mestre de Avis, comandadas por D. Nuno Alvares Pereira, reunir mais forças. Isto permitiu-lhe juntar o exército que no ano seguinte sairia vencedor em Aljubarrota.

A batalha dos Atoleiros, é especialmente importante porque ela foi a primeira batalha em Portugal, em que ficou demonstrado que uma força mais pequena mas bem organizada poderia derrotar o poderoso exército castelhano, que até ali era visto como invencível.

A confiança que as forças portuguesas ganharam levou a que no ano seguinte em Aljubarrota, os portugueses acreditassem que mais uma vez - embora perante um exército muito maior - a sua superior organização, preparação e motivação acabariam por vencer um exército numericamente superior mas muito cansado, desmotivado e mal comandado.


Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

carlos59

  • Membro
  • *
  • 2
  • +0/-0
Re: Batalhas e combates em campo aberto contra os espanhois 1071 -1476
« Responder #2 em: Julho 09, 2017, 11:32:40 am »
Facia muito tempo que non visitaba este foro, quero muito a portugal como galego e tan só farei algun comentario con tudo o respeito.
O artículo fala de combates en campo contra os españois ???, España tan só existe dende o ano 1516, primeiro rei español Carlos I de Austria, Portugal como pais independente tan só existe cando afonso henriques faise rei de portugal, antes foi parte do reino da galiza até o 1096 cando dito reino dividese en dous condados. Neste artículo mesturanse muitos recontros e combates, por certo con combatentes as veces das duas nacións. Ante tudo creo que para falar de estas coisas hai que ter en conta as fontes das duas partes e ser un pouco criticos coa propaganda. Semella incribel que con tanta vitoria Portugal non conquistara toda castela. Na batalla de aljubarrota, gran vitoria portuguesa ainda que favorecida pola morte dos mellores guerreiros da coroa de castela de peste no sitio de lisboa, tamen había portugueses no bando castelan como o irmao de nun alvares. por certo no ano 1071 o rei garcia de galiza venceu perto de braga ao conde de portugal quen morreu na batalha. guerras houbo muitas  tamen entre os diversos reinos peninsulares. espero agora veñan as vitorias non espanholas senon dos diversos reinos e o reino de portugal por exemplo o caso único de facer prisioneiro a un rey como afonso I de portugal en badajoz. En aljubarrtoa, gran vitoria sen dubida, non houbo 31000 castelhanos, muitos deles ian a pé e non chegaran ao lugar do combate. hai que confrontar as fontes dunha e doutra parte, iso e fundamental na historia.
saudos aos irmaos portugueses dun galego.
seguiremos falando, gosto muito da historia d
 

 

Guerrilha&Contra-Guerrilha

Iniciado por TazMonsterQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 3
Visualizações: 2044
Última mensagem Abril 02, 2005, 07:32:14 pm
por dremanu
Polícia contra Polícia no Brasil

Iniciado por Xerif3Quadro Países Lusófonos

Respostas: 1
Visualizações: 1832
Última mensagem Março 01, 2009, 03:04:02 pm
por HSMW
"Contra-subversão em África" - John P. Cann

Iniciado por YosyQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 5
Visualizações: 3815
Última mensagem Dezembro 06, 2008, 08:07:51 pm
por Portucale
NATO Teme ataques contra navios tanque no Atlântico

Iniciado por Tiger22Quadro Conflitos do Presente

Respostas: 1
Visualizações: 1555
Última mensagem Dezembro 22, 2004, 10:45:05 pm
por Nautilus
Brasil vence ação contra subsídio europeu ao açúcar

Iniciado por J.RicardoQuadro Países Lusófonos

Respostas: 3
Visualizações: 2019
Última mensagem Maio 04, 2005, 06:51:37 pm
por J.Ricardo